facebook
24/05/2021

Política em Questão - Por Ciro Ivatiuk e Letícia Torres - Prefeito de Mallet visita obra

Política em Questão - Por Ciro Ivatiuk e Letícia Torres - Prefeito de Mallet visita obra

Prefeito de Mallet visita obra

Na última semana o prefeito de Mallet Moacir Alfredo Szinvelski (PSD)  e o  vice Francisco José Makoski (PSD)  visitaram as obras da nova sede da Escola Especial Raio de Luz. São dois blocos: um será destinado à área administrativa e o outro para a área educacional e convivência dos alunos. Para o prefeito Moacir é uma grande satisfação ver esta obra sendo. O bloco 01 foi construído com recursos do município, no valor de R$600 mil e o bloco 02 com recursos do Governo do Estado no valor de R$400 mil.

Prudentópolis

O prefeito de Prudentópolis Osnei Stadler e o vice-prefeito Evaldo visitaram, nesta semana, o Centro de Atendimento ao Covid-19 e outros departamentos da área de saúde para prestar solidariedade e apoio aos profissionais. Osnei ressaltou a importância do trabalho destes profissionais de saúde. "O momento que vivemos é absolutamente difícil, mas o esforço e a dedicação destes profissionais merece ser ressaltado” disse. Segundo ele, os profissionais de saúde “são verdadeiros heróis se doando por quem nem conhecem".

Irati e Prudentópolis em  lockdown

Prefeitos da nossa região estão tomando medidas para evitar a disseminação descontrolada do coronavírus. Cada município tem a responsabilidade de lidar com o cenário local de prevenção e combate à doença. Os cuidados são fundamentais para diminuir a velocidade de transmissão do vírus e, assim, evitar o colapso do sistema de saúde pública. Irati e Prudentópolis decretaram lockdown para conter o coronavírus. E Rebouças adotou lockdown nos sábados e domingos. Instituiu toque de recolher às 18h e criou uma lei para divulgar os nomes das pessoas que testarem positivo para evitar a circulação delas.

Outros municípios

Rio Azul instituiu adotou toque de recolher às 18 horas. O comércio pode funcionar de segunda a sábado, das 6 às 18h. Fernandes Pinheiro determinou toque de recolher das 21h às 6h; os estabelecimentos comerciais em geral e atividades religiosas podem funcionar até as 20h, com 40% da capacidade. Em Mallet, o decreto nº 156/2021 entrou em vigor nesta quinta-feira (20) e vai até dia 31 de maio, e prevê toque de recolher é das 20h às 5h; Delivery e retirada no local podem funcionar até às 23h. Imbituva estabeleceu o toque de recolher das 21h às 5h; o comércio em geral pode atender das 8h às 21 com 50% da capacidade e aos domingos podem funcionar apenas as atividades essenciais.

São Mateus do Sul restringe o funcionamento do comércio

A prefeita de São Mateus do Sul Fernanda Sardanha (PSD) emitiu um decreto no dia 18 de maio restringindo o funcionamento de algumas atividades. Aos sábados as atividades não essenciais poderão funcionar até às 13horas e aos domingos somente poderão funcionar os serviços e atividades essenciais, com limitação de horário até ás 14horas, com exceção de farmácias e postos de combustíveis, que poderão funcionar até às 21 horas.  

Apras é contra fechamento supermercados

A Associação Paranaense de Supermercados (Apras) informa que se preocupa com as consequências das decisões que restringem o horário de funcionamento supermercados. A entidade alega que o fechamento nos finais de semana ou as restrições de horários prejudicarão o atendimento aos consumidores e poderão gerar concentrações de pessoas nas lojas. Por isto, defende que as restrições são um risco para a saúde pública.

IML e Serviço de Verificação de Óbitos

A presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Irati (Conseg), Patrícia da Luz, e o presidente da Amcespar, Junior Benato(PSD),  participaram nesta semana de uma reunião em Curitiba  com o chefe da Polícia Cientifica do Paraná, Luiz Rodrigo Grochocki , para discutir o projeto-piloto do Serviço de Verificação de Óbito (SVO).  De acordo com a  presidente do Conseg, o serviço tem a finalidade de apurar as mortes de causas natural, desaforando o IML. Também esteve presente na reunião  o deputado estadual Ricardo Arruda.

Texto: Ciro Ivatiuk e Letícia Torres

COMENTÁRIOS