facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1230 - Já nas bancas!
03/04/2020

Estudantes da Unicentro de Prudentópolis costuram máscaras para o Lar dos Idosos

Estudantes da Unicentro de Prudentópolis costuram máscaras para o Lar dos Idosos

Neste período de pandemia do coronavírus é importante cuidar de si, mas também, proteger as pessoas que fazem parte dos grupos de risco, que são mais vulneráveis aos efeitos do covid-19. Com o intuito de ajudar de forma mais efetiva nessa missão, estudantes do campus avançado da Unicentro em Prudentópolis estão mobilizados na confecção de máscaras para o Lar dos Idosos São Vicente de Paulo.

A ideia foi da aluna de Administração Márcia da Silva, que viu um apelo da instituição nas redes sociais, pedindo donativos neste momento difícil. Ela logo pensou na alternativa de confeccionar máscaras de tecido e, então, reuniu colegas da universidade na arrecadação de retalhos e elásticos, junto das malharias da cidade.

Uma empresa de confecção de Prudentópolis além de doar os retalhos também emprestou uma máquina de costura para a produção das máscaras. A mão de obra ficou por conta da estudante Márcia e de algumas costureiras da região, que se engajaram na causa. “Trabalhei 10 anos em uma confecção. Então, acredito que, de alguma forma, eu possa estar ajudando nessa ideia”. 

O processo de confecção incluiu o desenvolvimento de um molde para o corte de tecidos de algodão, que foram costurados em camadas duplas e, por fim, receberam o acabamento com os elásticos nas laterais. Segundo os voluntários, até o momento já foram confeccionadas mais de 70 máscaras. Além destas, produzidas artesanalmente, também foram doadas algumas caixas de máscaras descartáveis, fruto de arrecadações que os alunos da Unicentro conseguiram junto de comerciantes da cidade.

 

Entidade

“A doação da Unicentro nos proporcionou uma qualidade de vida maior aos nossos internos, visto que o valor que a gente estaria utilizando para comprar os insumos, que vieram de doação, eles podem estar sendo destinados à compra de produtos que, no momento, a gente está necessitando com mais urgência, que seriam, hoje, produtos de limpeza e higiene”, diz Rita Ferreira, uma das gestoras do Lar de Idosos São Vicente. 

Quem também ressaltou a importância da doação de máscaras movimentada pela Unicentro foi a presidente do Lar de Idosos em Prudentópolis, Mônica Luxi. “Sempre temos um certo estoque para o nosso uso semanal, para o nosso uso mensal, mas a gente não contava realmente com essa demanda maior, com essa procura e que realmente a gente não tinha onde comprar. Então, as máscaras doadas pelos alunos são de muita importância, inclusive nós queremos agradecer muito. A gente fica muito feliz que a Unicentro, a universidade, esteja interessada e preocupada em ajudar nesse momento da pandemia”.

 

Outras doações

Segundo a presidente da instituição, outros tipos de doações também colaboram com o manutenção diária do Lar de Idosos. “Hoje nós temos 71 idosos internos, 35 colaboradores, uma média de 400 refeições por dia. Fralda geriátrica em torno de 6 mil unidades por mês. Então a nossa demanda de uso, de gastos é muito grande e, com certeza, será muito bem vinda toda e qualquer doação”.

Sabendo dessa demanda, além das máscaras de tecido, os estudantes da Unicentro em Prudentópolis decidiram ampliar a campanha em prol do Lar de Idosos São Vicente. “As atividades paralisaram, mas os nossos estudantes não ficaram parados e têm trabalhado no sentido de fazer campanhas, especialmente para dar movimento à ação solidária. Já fabricamos máscaras de segurança higiênicas, já fizemos uma campanha de alimentação e, agora, estamos empreendendo uma campanha de fraldas geriátricas”, conta o coordenador das ações, professor César Renato Ferreira da Costa. 

 

Responsabilidade social da universidade

Toda essa movimentação faz parte da campanha Ação Solidária, que é promovida anualmente no campus avançado de Prudentópolis. Desta vez, a campanha foi antecipada e ampliada, devido à situação alarmante deste período de pandemia do coronavírus. Desta forma, de acordo com o professor César Renato, os estudantes do Setor de Ciências Sociais Aplicadas da Unicentro se envolvem em atividades que concretizem a responsabilidade social da universidade com a sociedade. 

“A responsabilidade social é isso, e os nossos estudantes do setor entendem e têm entendido que o que eles podem dar à sociedade em retorno ao ensino público, gratuito e de qualidade que recebem, que é a mobilização em momentos difíceis como esse da pandemia do coronavírus”, finaliza César Renato. 

 

Assessoria Unicentro