facebook
09/09/2021

Editorial - É preciso saber para poder atuar

Editorial - É preciso saber para poder atuar

Conhecer as leis e os mecanismos de funcionamento do Executivo e do Legislativo faz muita diferença na vida das pessoas. É nas instâncias políticas que as principais decisões que afetam o dia a dia de todos são tomadas.

Antigamente existia no currículo escolar do país uma disciplina escolar chamada Organização Social e Política Brasileira (OSPB). Nela as estruturas institucionais de poder eram estudadas desde cedo pelas crianças e adolescentes. Assim como conceitos de civismo e outras questões sociais e políticas. A disciplina deixou de existir e algumas lacunas foram se formando ao longo do tempo.

Com elas, muitos aprendem desde cedo, com a ignorância de familiares e amigos a dizer que não gostam de política, a fazer generalizações pejorativas sobre os políticos e a não se inteirar do que se passa em seu município, no estado e no país. Faltam conhecimentos básicos sobre política para que se tenha discernimento para deixar o discurso senso comum de lado e colaborar para a efetiva melhoria social. 

De acordo com o filósofo e teórico social francês Michel Foucault existe uma relação íntima entre o conhecimento e o poder dentro da coletividade. Segundo o filósofo, o discurso que ordena a sociedade é sempre o discurso daquele que detém o saber.  

Neste contexto, o Programa Câmara Mirim é uma luz no fim do túnel, pois incentiva crianças saberem sobre estruturas institucionais, políticas públicas, competências dos ocupantes de cargos eletivos. Prova disso é que já há ex-vereador mirim atuando em diferentes instâncias de representação, de tomada de decisão, de poder.

COMENTÁRIOS