facebook
31/07/2020

Amcespar reúne prefeitos para discutir questões relativas à saúde e à economia

Amcespar reúne prefeitos para discutir questões relativas à saúde e à economia

Na última semana, os prefeitos das cidades que fazem parte da Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná, Amcespar, se reuniram na sede da entidade, no dia 23, para discutir vários temas. Dentre eles, ações para minimizar os riscos de contaminação dos moradores da região pelo novo coronavírus, os impactos econômicos da pandemia e o encerramento dos mandatos no final desse ano.

Estiveram presentes na reunião, mantendo o distanciamento recomendo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os prefeitos de Inácio Martins, Júnior Benato;  de Irati, Jorge Derbli; de Mallet Moacir  Szinvelski; de Rebouças, Luiz Everaldo Zak; de Imbituva, Bertoldo Rover; e de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck.

Na ocasião, o Sebrae apresentou os resultados de uma pesquisa sobre as perdas no faturamento das empresas. A pesquisa ouviu 237 estabelecimentos comerciais em Irati, Fernandes Pinheiro, Rebouças, Prudentópolis e Teixeira Soares e constatou, em média, 38% de redução nas atividades econômicas avaliadas desde o início da pandemia. 

Os prefeitos comentaram os decretos que foram editados nos municípios e no estado nos últimos meses. Eles destacaram que têm buscado equacionar ações preventivas para evitar mortes em virtude da infecção pelo novo coronavírus e o apoio à indústria e ao comércio regionais, indispensáveis para a manutenção de empregos.

A dificuldade de conscientizar as pessoas sobre a doença e possibilidade de que, futuramente, possam ser adotadas medidas conjuntas na região, caso necessário, também foram discutidas no encontro dos prefeitos da Amcespar.  

Outro assunto abordado foi a correta elaboração das prestações de contas, relativas ao término dos mandatos.

Toda a reunião foi conduzida por Vanderlei Kawa, presidente interino da Amcespar.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Divulgação/Amcespar

COMENTÁRIOS