facebook
27/08/2021

Projeto Cuida Bem e Santa Casa de Irati orientam mães na amamentação

Instituições ligadas à saúde intensificam orientações sobre aleitamento materno durante o “Agosto Dourado” e fazem a diferença na vida de muitas mães, como Aline Xavier

Projeto Cuida Bem e Santa Casa de Irati orientam mães na amamentação

Nem todas as mães querem ou conseguem amamentar os filhos recém-nascidos. Por isto, o mês de agosto é dedicado ao incentivo e à defesa da amamentação, que preveni doenças e melhorar o vínculo entre mãe e filho.  No “Agosto Dourado”, o tema ganha destaque e ações de instituições ligadas à saúde são amplamente divulgadas. Uma delas é o projeto Cuida Bem, da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), que já auxiliou muitas mães de Irati no processo de aleitamento. Aline Xavier, “mãe de primeira viagem”, recentemente, foi orientada pela equipe do projeto.

“Não precisei interromper a amamentação da minha filha graças a orientação desse projeto, é uma pena quem nem todos sabem que ele existe”, disse Aline. Ela relata que o conhecimento repassado pela professora Cristina Ide Fujinaga, que coordena o projeto Cuida Bem, foi fundamental. “Quando minha filha nasceu levou uns dois dias para descer meu leite, e acabou vindo demais e empedrou. Aí, eu fiquei desesperada e mandei mensagem para a Cristina de madrugada, e ela me respondeu e me auxiliou em como esgotar, como proceder para não virar mastite e infeccionar o peito”, comenta.

Ela considera o leite materno essencial para a criança e fala que ela escolheu amamentar desde o início, mas, explica que quando as mães não têm acesso à orientação correta de como proceder, o processo pode ser doloroso, além de causar choro em excesso para o bebê. “Eu apoio muito esse projeto, sempre que posso estou divulgando as informações dele. A ajuda dele foi fundamental. Por mais que algumas pessoas queiram ajudar, às vezes não é a maneira correta, pois muitos me falaram que tinha que esgotar o leite, mas não sabiam a forma correta”, relembra Aline. 

Por que amamentar?

Neste ano, o tema do “Agosto Dourado” é “Amamentação – uma responsabilidade de todos”.  Cristina explica que a proposta é cooperar com as mães, para que elas tenham informações e segurança para amamentar. Evitando o julgamento das mulheres que têm alguma dificuldade para o aleitamento, que lhes impõe o peso de se sentirem como as únicas responsáveis pelo processo . “E na verdade todos nós somos responsáveis, enquanto sociedade, profissionais da saúde e universidade deveríamos realizar ações para promover o aleitamento. O aleitamento precisa ser bem visto por todos”, enfatiza a professora.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Unicef, cerca de 6 milhões de vidas são salvas anualmente pelo aumento das taxas de amamentação exclusiva até o sexto mês de idade. Além de fazer bem para a saúde do bebê, atualmente, a amamentação é uma forma de atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). “Afinal de contas, você dando o leite materno evita uma série de produtos plásticos e uma série de questões que fazem mal para o meio ambiente. Então é também uma forma de atender aos ODS”, ressalta Cristina.

Projeto Cuida Bem

O Projeto Cuida Bem envolve os cursos de Fonoaudiologia e Psicologia da Unicentro campus Irati. É um projeto de extensão vinculado à Saúde, que foi criado a partir da necessidade de prevenir e orientar sobre os maus tratos com bebês, principalmente, em relação à síndrome do bebê sacudido, em que, um dos principais motivos que levam a essa síndrome é o choro em excesso.

“Lidar com o choro não é uma tarefa fácil para os pais, por isso dentro do projeto se trabalha várias temáticas, como o aleitamento materno que evita o choro e previne a síndrome do bebê sacudido”, comenta Cristina Ide Fujinaga, coordenadora do projeto.

Antes da pandemia da Covid-19 eram feitas orientações para grupos de mães que já comparecem na Clínica Escola da Unicentro para a realização do teste da orelhinha. Com a pandemia o trabalho migrou para as redes sociais.

“Temos ajudado muitos pais, mães e cuidadores sobre o desenvolvimento infantil e aleitamento materno. Mesmo sendo virtual conseguimos dar suporte para muitas famílias. Nosso maior lema é levar informação de qualidade, alicerçada em conhecimentos científicos, porque sabemos que hoje tem uma enxurrada de informações que nem sempre são confiáveis”, destaca a coordenadora.

Conforme acontecem as orientações virtuais, quando há necessidade, pais e mães são encaminhados para a Clínica Escola da Unicentro.

Ações da Santa Casa

O setor de Fonoaudiologia da Santa Casa de Irati também está realizando ações em alusão ao “Agosto Dourado”. Foram colocados painéis educativos em locais estratégicos para orientar os colaboradores e as mães que acompanham seus filhos na UTI Neonatal.

As orientações sobre a amamentação já são de rotina no hospital, e no mês de agosto estão sendo reforçadas as explicações sobre a importância do aleitamento. Dentre as questões abordadas estão: o que favorece a produção do leite, como é a pega adequada, como a chupeta e mamadeira atrapalham e quais os benefícios da amamentação para a mamãe e para o bebê.

Texto: Cibele Bilovus

Foto: Arquivo Pesssoal

COMENTÁRIOS