facebook
22/09/2021

Professora de Rebouças publica livro infantil “Meu Quintal, Meu Mundo”

Obra busca aproximar crianças da literatura e, através da linguagem lúdica, faz o leitor conhecer mais sobre o meio ambiente do município de Rebouças e da região

Professora de Rebouças publica livro infantil “Meu Quintal, Meu Mundo”

“Sonho que as crianças vivam a literatura”. A afirmação é da professora aposentada, Neiva de Lurdes Cosa, de Rebouças, que recentemente lançou o livro infantil “Meu Quintal, Meu Mundo”.

Ela defende que é preciso despertar um olhar com mais atenção para o lugar onde se reside, ver suas belezas, diversidade da fauna e flora. Na obra, isso é retratado a partir da relação de um menino com a natureza, alertando para que se tenha mais responsabilidade e consciência sobre o cuidado com aquilo que está diante de si, o “próprio quintal”.

Segundo a autora, trata-se de uma narrativa poética de linguagem simples, pensada para transmitir emoção ao leitor, promovendo afetividade em relação ao meio ambiente e aos aspectos do município de Rebouças e da região.

“O livro retrata as árvores nativas da região, por isso pode ajudar os professores a trabalharem o Dia da Árvore, fala também do rio da cidade, as festas e tradições do município, as gravuras são todas de Rebouças, todos estes elementos geram uma identidade para a criança, pois ela estará lendo sobre algo que lhe pertence”, diz Neiva.

A narrativa foi ilustrada por uma reboucense. “Para valorizar as pessoas do município na criação do livro, contei com as ilustrações da artista Eva Gessica”, comenta.

Professora aposentada de Língua Portuguesa, a autora conta que a ideia de produzir um livro iniciou em 2018, quando trabalhou com os alunos a temática ambiental, buscou a participação das famílias e obteve bons resultados.  “Percebi que os alunos e seus pais sentiram prazer em criar textos e valorizar mais a natureza. Isso tudo foi influenciando na ideia de produzir um livro infantil”, disse.

No início da pandemia a obra “Meu Quintal, Meu Mundo” já estava pronta, mas como as escolas estavam fechadas, Neiva achou melhor esperar.  O lançamento aconteceu após a retomada das aulas. Ocorreu no dia 03 de agosto, na Câmara Municipal de Rebouças.

A autora acredita que a literatura é indispensável para a formação do ser humano.  “Não consegui me desligar da profissão, mesmo aposentada quero continuar contribuindo com a educação, sempre fui apaixonada pelo meu trabalho e vejo que a literatura é importante para a formação das crianças, pois ela humaniza. Então, quanto mais a criança tiver contato com a leitura e com o lúdico a visão de mundo dela vai melhorar”, diz Neiva.

Ao associar literatura e natureza, a obra dá subsídios para que os alunos deixem de buscar apenas o digital e leiam mais, interajam mais com a realidade a sua volta. “Meu sonho é que todas as crianças sejam enriquecidas nas experiências pedagógicas nas escolas, com a literatura e a natureza, porque a gente vê que hoje por causa de tantas tecnologias no mundo informatizado dá a impressão de que a literatura não diz mais nada, sendo que na verdade ela diz e diz muito, por esse motivo é que eu sonho que as crianças vivam a literatura”, pontuou a professora.

Sobre a escritora

A primeira experiência literária da autora foi quando produziu um livro caseiro de narrativas que, segundo ela, foi bem aceito pela população local, o que serviu de incentivo para continuar escrevendo. “Depois fiz uma parceria com uma amiga, a Luíza Andrade, e produzimos um livro de memórias e registros da paróquia de Rebouças, fizemos um resgate de muitas coisas da história da igreja”, explanou a professora.

Em 2019, quando vendia seu livro durante um evento em Rebouças (Feira de Sementes), ela foi questionada por algumas crianças. “As crianças passavam e diziam que queriam comprar um livrinho, aquilo foi me chamando atenção de que eu precisava produzir um material para eles”, finaliza.

Dia da Árvore

21 de setembro é Dia da Árvore e o livro “Meu Quintal, Meu Mundo” é uma sugestão para os professores trabalharem este assunto com os alunos.  Neiva destaca que a obra apresenta vários aspectos da flora regional, que podem contribuir com um aprendizado mais significativo por abordar assuntos locais.

Como adquirir

Na 1ª edição do livro “Meu Quintal, Meu Mundo” foram publicados 300 exemplares. Destes, 120 foram doados para as escolas de Rebouças. Os demais livros estão sendo comercializado em três pontos de Rebouças: Loja Estela, Papelaria SZ Byte e Loja Flori Presentes. Também podem ser comprados com a autora pelo telefone: (42) 99928-2061.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Divulgação e Interfoto

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS