facebook

Dica do Procon: Evite cair em golpes nas contratações pela internet

04/07/2022

Dica do Procon: Evite cair em golpes nas contratações pela internet

Por Guilherme Filus

Com o avanço da tecnologia e a chegada da Pandemia do COVID-19, as contratações de serviços e produtos ficaram muito mais maleáveis, no que diz respeito à burocracia contratual, pois antes de todo esse avanço, era comum a solicitação de assinatura em diversas folhas de contrato com a finalidade de garantir a segurança das partes contratantes. Com a implementação de aplicativos e sistemas inteligentes, hoje em dia essa prática não é tão comum, ‘facilitando’ de certa forma, porém ‘prejudicando’ de outra.

As contratações de empréstimos, seguros e demais compras realizadas de forma virtual são a “moda do momento”, fazendo com que o consumidor tenha dinheiro de forma fácil e muito mais rápida. Basta mandar uma foto dos documentos pessoais, uma selfie e pronto, está concluída a contratação.

O mundo tecnológico é um mar aberto, com infinitas informações e diversas pessoas com intenções diferentes, umas boas, outras nem tanto. É nesse momento onde a forma fácil de ganhar dinheiro entra em ação com os golpistas agindo de forma rápida e sorrateira, com uma única finalidade: fazer você cair num golpe.

Das diversas modalidades de golpes existentes, o Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), alerta que as mais comuns são:

Golpe do boleto falso

Nesse tipo de golpe, o ardiloso irá se passar pela instituição financeira a qual você estará procurando um empréstimo, ou a qual você estará retirando um boleto para pagamento do seu financiamento. No site, você será redirecionado para um “atendimento especializado” que se dará através do aplicativo WhatsApp. Quando isso acontece, o consumidor já está dentro do golpe, por isso fique atento, nenhum banco faz negociações por aplicativo de mensagem.

Golpe do falso empréstimo

Nessa modalidade, o ‘Banco’ entrará em contato para lhe oferecer um empréstimo com condições excelentes e que são de fato irrecusáveis, porém na hora de efetivar a transação, aparece algum empecilho que impede a continuação. É nesse momento que o golpista irá lhe informar que por conta de uma restrição no CPF ou pelo score estar baixo, é necessário o envio de certa quantia em dinheiro pelo Pix ou transferência, por isso fique atento, para a contratação de empréstimo, o banco não pede dinheiro ao consumidor.

Golpe do falso parente

Aqui o golpista entrará em contato pelo WhatsApp com um número desconhecido, alegando ser filho, pai, mãe ou parente da vítima e que está com o número novo pois aconteceu alguma coisa com o celular antigo e que o mesmo está na assistência, ou até mesmo que o carro foi parar na oficina e que precisa de um dinheiro no PIX emprestado para devolver dentro de alguns dias.

Nestes casos, a dica é o seguinte: ligue para o número da pessoa que realmente tem vínculo de parentesco com você e questione se realmente precisa do dinheiro, confirme informações pessoais, e se a pessoa não souber responder, você está num golpe!

Os idosos são os que mais sofrem com essas atitudes, pois acabam aceitando com facilidade as propostas e ofertas apresentadas pelos golpistas, por isso orientamos para que todos, incluindo a população hipossuficiente, tomem os devidos cuidados e fiquem alerta para possíveis golpes.

E se caso a constatação vier tarde demais, procure a delegacia mais próxima para registrar um Boletim de Ocorrências e venha até o Procon para pedir informações sobre como proceder. Em muitos casos, nossa equipe consegue registrar a reclamação e até reverter a situação, porém há casos em que, infelizmente, nada pode ser feito, então o consumidor acaba saindo no prejuízo.

Dica importante: Nunca passe suas senhas, informações pessoais, documentos ou dados de cartão para ninguém que não seja de confiança e lembre-se de utilizar os serviços do Procon Municipal sempre que achar necessário.

*O autor é técnico do Procon Irati

Comentários

Edição 1425 - Já nas bancas!
  • Direitos Autorais

    Textos, fotos, artes e vídeos do Jornal Hoje Centro Sul estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. É expressamente proibido a reprodução do conteúdo do jornal (eletrônico ou impresso) em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa do Jornal Hoje Centro Sul.

  • Endereço e Contato

    Rua Nossa Senhora de Fátima, no 661
    Centro, Irati, PR - CEP 84500-000

    Tel: (42) 3422-2461

  • Pauta: jornalismohojecentrosul@gmail.com

    Expediente: de segunda à sexta das 8h às 17h

JORNAL HOJE CENTRO SUL - © 2020 Todos os Direitos Reservados
Jornalista Responsável: Letícia Torres / MTB 4580