facebook

Setor de Endemias de Irati alerta sobre prevenção ao mosquito Aedes aegypti

07/02/2024

Setor de Endemias de Irati alerta sobre prevenção ao mosquito Aedes aegypti

O Setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Irati alerta a população em relação à prevenção ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças. Em Irati a secretaria realiza mutirões de vistoria das residências para avaliar se existem possíveis focos criadouros do mosquito, bem como ofertar orientações aos munícipes. São mais de 21 agentes nas ruas realizando as visitas diariamente.

Segundo o setor de Endemias, em Irati, focos do mosquito são encontrados principalmente em casas onde há tonéis (tambores) de água sem tampa, utilizados para armazenar água, ralos, calhas, canos, vasos de plantas, pneus, garrafas, vasilhames, lixeiras, lonas plásticas e outros. “A melhor forma de prevenção é eliminar recipientes que possam acumular água parada, que podem se tornar possíveis criadouros, se cada um fizer sua parte vamos eliminar os focos em Irati”, destaca o secretário de Saúde, João Almeida

O secretário ainda reforça que o combate à dengue e ao mosquito Aedes aegypti permanecerá constante. “A Prefeitura de Irati e a Secretaria de Saúde não param com as ações de fiscalização, conscientização e educação junto à sociedade. É preciso que todos entendamos o nosso papel no combate a essa doença. Estamos e continuaremos fazendo de tudo para evitar surtos de dengue em nossa cidade e contamos com a colaboração da população”, afirma.

Segundo o morador do bairro DER, José Pedroso, o trabalho da prefeitura é muito importante, pois verifica os possíveis locais de focos regularmente e assim evita a proliferação do mosquito e consequentemente das doenças que ele traz. “Esse trabalho dos agentes é muito bonito, são todos muito atenciosos e nos ajudam com as dúvidas, eu mantenho minha cartilha de visitas sempre a mão para quando eles chegam”, conta.

Números

Conforme o banco de dados da Vigilância Epidemiológica, de 1º a 29/01 de 2024 foram registradas notificações para a dengue com 2 casos positivos, ambos importados (quando ocorre a contaminação em outro município) e nenhum óbito.

Sintomas

Os sintomas da Dengue são febres, usualmente entre 2 e 7 dias, seguida de duas ou mais das seguintes manifestações: náuseas, vômitos, manchas vermelhas pelo corpo, mialgia, artralgia, cefaleia, dor retro-orbital (atrás dos olhos). Criança com quadro febril de início súbito, usualmente entre 2 e 7 dias, e sem motivo aparente. “Os casos de dengue com sinais de alarme ou de maior risco a saúde do paciente começam pelos sintomas de dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, queda abrupta na temperatura do corpo, sangramentos, agitação ou sonolência, choro persistente em crianças, tontura ou desmaio, pele fria e pálida, diminuição da quantidade de urina. Esses sintomas podem aparecer a partir do 3º dia da doença e indicar Dengue Grave. Se o usuário apresentar um deles, procure o serviço de saúde imediatamente”, acrescenta João Almeida, secretário de saúde.

Assessoria PMI

Comentários

🗞️📰 Edição 1567 - Já nas bancas!
  • Direitos Autorais

    Textos, fotos, artes e vídeos do Jornal Hoje Centro Sul estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. É expressamente proibido a reprodução do conteúdo do jornal (eletrônico ou impresso) em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa do Jornal Hoje Centro Sul.

  • Endereço e Contato

    Rua Nossa Senhora de Fátima, no 661
    Centro, Irati, PR - CEP 84500-000

    Tel: (42) 3422-2461

  • Pauta: jornalismohojecentrosul@gmail.com

    Expediente: de segunda à sexta das 8h às 17h

JORNAL HOJE CENTRO SUL - © 2020 Todos os Direitos Reservados
Jornalista Responsável: Letícia Torres / MTB 4580