facebook
14/09/2020

Presidente da Sanepar recebe pedidos de Irati e assegura R$ 35 milhões para o município

Presidente da Sanepar recebe pedidos de Irati e assegura R$ 35 milhões para o município

Na manhã desta quarta-feira (09), o diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Claudio Stabile, esteve em Irati, acompanhado pelo deputado estadual Artagão Júnior. Eles participaram de uma reunião com o prefeito Jorge Derbli e, depois, visitaram o novo reservatório de água, concluído recentemente pela Sanepar no município.

Na Prefeitura de Irati, Stabile recebeu um ofício do prefeito com duas reivindicações: investimentos para que a cidade chegue a 100% das residências atendidas com esgotamento sanitário e sistemas de abastecimento de água para a área rural de Irati.

Em relação à rede de esgoto, atualmente estão em andamento obras para que a cidade amplie de 90 para 96% o percentual de atendimento às habitações e estabelecimentos comerciais e industriais  do quadro urbano de Irati. De acordo com técnicos da Sanepar, a estimativa é de que até o início de 2021 esta etapa de obras seja concluída.  E antes disso, o prefeito Jorge Derbli solicita que a Companhia de Saneamento já inclua em sua programação de obras, os outros  4% de rede que faltarão para o atendimento integral da população.

“Viemos fazer, através deste ofício, a solicitação de mais dez quilômetros de rede de esgoto, para atingirmos a plena satisfação de ter 100% de rede de esgoto no município de Irati”, disse o prefeito ao presidente da Sanepar.

Stabile destacou que o percentual de esgotamento sanitário de Irati é um dos melhores do Paraná, comparável ao que pode ser observado em países de primeiro mundo. “Irati hoje tem números de padrão europeu e será um dos primeiros municípios, certamente, a atingir os 100%”, disse. Segundo ele, a proposta do Governo do Estado é de que a Sanepar trabalhe para a universalização da rede de esgoto no Paraná, assim como ocorre com a rede de abastecimento de água. “Quando nós falamos em água tratada, coleta e tratamento de esgoto, nós estamos falando em saúde preventiva e isso é muito importante”, pontuou.

Em relação aos investimentos da Companhia de Saneamento do Paraná em Irati, Stabile comenta que já há definições para os próximos cinco anos, período em que um volume significativo de recursos deverá ser aplicado tanto em obras, como em serviços de manutenção necessários.  “Nós estamos hoje trazendo o planejamento para os próximos cinco anos, que ultrapassa R$ 35 milhões de reais”, anunciou o presidente.

Já a equipe técnica da Sanepar enfatizou ao prefeito e aos secretários municipais a importância do Plano Municipal de Saneamento de Irati para que os recursos possam ser aplicados. Também propôs que seja criada uma comissão incluindo profissionais da Prefeitura de Irati e da Sanepar para a inclusão de metas claras em contrato, o que também se faz necessário para as obras. 

Reservatório de Irati é um dos mais modernos do Brasil

Logo após a reunião na Prefeitura de Irati, o diretor-presidente da Sanepar Claudio Stabile e o deputado Artagão Júnior foram visitar o novo reservatório de água da Companhia, instalado recentemente na Vila São João.

Stabile destaca a tecnologia modular do novo reservatório, que poderá ter sua capacidade de armazenamento de água ampliada, quando necessário. “Há alguns meses, nós inauguramos aqui um novo reservatório, um dos mais modernos do Brasil, em aço, vitrificado – de uma soma de mais de um milhão de litros de água é a capacidade de reservação”, disse.  Segundo ele, a capacidade do reservatório pode ser ampliada em até 40%.

A previsão da equipe técnica da Sanepar é que o novo reservatório possa atender a população por até 20 anos. Também está no planejamento da Companhia, a setorização da cidade de Irati e a construção de outros dois reservatórios até 2025.

Rede de água para o interior

Outro pedido do prefeito Jorge Derbli ao presidente da Sanepar foi a execução de redes de água para as comunidades de Arroio Grande, Água Clara, Cachoeira do Palmital e Faxinal dos Mellos – todas da área rural de Irati.

“Também solicitamos para que seja feito no interior do município de Irati, em várias localidades onde a gente já fez os poços artesianos, em quatro comunidades a prefeitura já executou os poços artesianos, a rede de água para atender as famílias”, solicitou o prefeito.

O deputado Artagão Júnior frisa a importância do projeto. “Esta questão do abastecimento rural, talvez seja um investimento não tão grande em relação àquilo que se faz na cidade, mas que do ponto de vista prático para as famílias, é muito relevante”, disse.  

Stabile recebeu a solicitação das redes de água para as comunidades e informou que é possível que ela seja atendida, desde cumpridas questões técnicas. Foram solicitados às secretarias municipais de Irati croquis das obras das redes e testes de vazão e de qualidade da água dos quatro poços artesianos perfurados.

Derbli determinou, ainda durante a reunião, os secretários responsáveis por cuidar do cumprimento dessas exigências técnicas: João Almeida Júnior, secretário de Planejamento, e Adriano Batista, secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo.

Inácio Martins também faz reivindicações à Sanepar

O prefeito de Inácio Martins, Júnior Benato, também esteve em Irati na manhã de quarta-feira (09), participando da reunião com o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

Ele agradeceu os investimentos em rede de esgotos que a Sanepar fez na Vila Borges, onde foram atendidas cerca de 250 famílias e entregou um ofício solicitando novos investimentos.

O pedido apresentado pelo prefeito é para o esgotamento sanitário das residências da região do Curtume, localizada na saída de Inácio Martins.

O deputado Artagão Júnior reforçou a reivindicação. “Com esta demanda colocada no planejamento da Sanepar nós poderemos avançar de forma muito significativa, nesta questão de números expressivos também para o município de Inácio Martins”, disse.  Atualmente, o município tem aproximadamente 60% de seu quadro urbano atendido com rede de esgoto.

Stabile afirmou: “Para nós é muito importante cada ligação que nós tratamos de esgoto, aqui são mais 530 famílias que certamente serão atendidas com este serviço. Isto é de extrema importância porque toda vez que nós fazemos este trabalho nós estamos levando saúde à população e principalmente quando se trata de população mais carente, essa é a missão da Sanepar”.

Texto: Letícia Torres/Hoje Centro Sul

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS