facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1230 - Já nas bancas!
10/06/2016

Política em Questão – Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Edição 876, 08 de junho de 2016

Política em Questão – Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Liminar solicitada 

No final da tarde de segunda-feira (06), os vereadores de Irati foram notificados por um oficial de justiça. Os parlamentares tomaram conhecimento  que o advogado Gilmar de Almeida, que faz a defesa do vice-prefeito de Irati, Oscar Renato Berger, tinha entrado com uma liminar na Justiça. O objetivo da liminar era que não fosse feita a votação do relatório final dos trabalhos da  Comissão Especial de Inquérito (CEI), que investigou possíveis irregularidades cometidas no âmbito da administração pública. Tal relatório concluiu "estar configurada a prática de improbidade administrativa por Oscar Renato Berger".  O advogado alegava que a votação não poderia ocorrer, porque a defesa não teria tido acesso a documentos como a Lei Orgânica Municipal e o Regimento Interno da Câmara de Irati, dentre outros documentos.

Liminar negada 

O juiz da 2ª Vara Cível  negou o pedido da defesa e a primeira votação do relatório final dos trabalhos da  Comissão Especial de Inquérito (CEI) ocorreu normalmente durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Irati desta segunda-feira (06). Todos os vereadores presentes aprovaram o relatório da CEI, que aponta que houve prática de improbidade administrativa pelo vice-prefeito Oscar Renato Berger. Estava ausente, apenas o vereador Alceu Hreciuk.

Indignação

Relator da CEI, o vereador Hélio de Mello demonstrou indignação com as alegações feitas pelo advogado de defesa do vice-prefeito de Irati, Oscar Renato Berger.  Segundo o  parlamentar, as informações que embasam o pedido de liminar são públicas ou foram entregues à defesa.  Hélio ainda ficou bravo porque seu sobrenome foi trocado no documento, ele foi chamado de Hélio "Machado".

CMEI de Rebouças é ampliado 

Em Rebouças, uma nova ala do Centro Municipal de Educação Infantil Joaquina Rosa Nepomuceno foi inaugurada na última sexta-feira (03). A nova ala conta com duas salas, que aumentaram  a capacidade do CMEI, que agora pode atender 80 crianças em tempo integral. O investimento  na ampliação do CMEI foi de aproximadamente 142 mil reais.

Título de Cidadã Honorária

Em Teixeira Soares, a Câmara Municipal realizou Sessão Solene para  conceder Título de Cidadã Honorária à educadora Leoni Hentges, que foi professora municipal, professora estadual, diretora e pedagoga ao longo de trinta e um anos. A homenageada atuou  principalmente no Grupo Escolar Machado de Assis e no Colégio do Campo de Guaraúna. 

DeMolay arrecadam alimentos para instituição

Membros da Ordem DeMolay de Irati organizaram uma ação social no último sábado (04). Foram arrecadadas doações de alimentos não perecíveis em supermercados de Irati, que totalizaram  1,2 toneladas. Os alimentos serão destinados para a Comunidade Bethania.