facebook
01/02/2021

Perdas na Safra 2021 causadas pelas chuvas ainda não foram contabilizadas

Perdas na Safra 2021 causadas pelas chuvas ainda não foram contabilizadas

O grande volume de chuvas registrado em Irati nas últimas semanas afetou  a safra de verão 2021. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), no mês de janeiro costumam ser esperados entre 175 e 200 milímetros de chuvas, mas até o início dessa semana já tinha chovido em torno de 347,1 milímetros. Nas lavouras de Irati e região, os agricultores já estimam que haverá redução na produtividade devido ao excesso de chuvas. Entretanto o percentual de perdas ainda não foi contabilizado pelo Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB).

Um relatório sobre as perdas em cada cultura agrícola deverá ser apresentado pelo Deral a partir do próximo mês. “Mesmo para as culturas que não estão sendo prejudicadas pelas chuvas, a incidência de doenças também poderá acarretar em perda de produtividade, como é o caso da soja”, explicou Adriana Baumel, chefe do Núcleo Regional de Irati/SEAB.

O agricultor Carlos Sesanoski tem sua propriedade na localidade Pinho de Baixo, interior de Irati, e já começou contabilizar os seus prejuízos. “Os prejuízos faram grandes. Na lavoura de feijão foi perdido mais de 40%, pois os grãos germinaram na bainha”, contou. Ele esperava para essa safra 45 sacas de feijão de boa qualidade por hectare, mas agora não sabe se vai conseguir cobrir os custos da produção. Além de feijão, Carlos também planta soja e  ainda não sabe o quanto a chuva diminuirá a produção. “O que estamos conseguindo colher vai ter um custo para tentar salvar alguma coisa para consumo. A qualidade será ruim e o valor baixo para venda”, declarou o agricultor.

Já em outras propriedades, ainda não é possível avaliar se houve prejuízos e qual o montante. Elton Roberto Laroca, que cultiva feijão, milho e soja, comenta a situação. “Só está atrasada a pulverização do feijão. A gente vai saber se deu prejuízo daqui duas semanas, se vai entrar alguma doença que a gente não conseguiu aplicar os produtos”, explica o agricultor, que também tem sua propriedade no Pinho de Baixo.

De acordo com a Defesa Civil de Irati, na área rural, as regiões mais afetadas pelas fortes chuvas do dia 18 de janeiro foram Pinho de Baixo, Caratuva e Serra dos Nogueiras.

Texto: Daniela de Mello/Hoje Centro Sul

Fotos: Divulgação

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS