facebook
27/11/2020

Paraná tem redução de 24,3 mil ocorrências de furtos e roubos

Paraná tem redução de 24,3 mil ocorrências de furtos e roubos

O Paraná registrou redução de 24.377 ocorrências de furtos e roubos de janeiro a setembro de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. Foram 130.034 crimes neste ano, contra 154.411 ocorrências dos crimes. Houve uma diminuição média de 89 furtos e roubos por dia.

Os dados do Relatório Estatístico Criminal da Secretaria de Estado da Segurança Pública, divulgados nesta quarta-feira (25), também mostram que os crimes de furtos e roubos em ambientes públicos, comércio, residências e veículos caíram em todo o Estado nos primeiros nove meses deste ano.

A diminuição de roubo aconteceu em todas as 23 Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) - forma como o Estado é dividido para análise criminal. De janeiro a setembro de 2020, os registros do crime de roubo, no geral, reduziram 30,7% em todo o Paraná: foram 37.405 no período de 2019 e 25.918 registros nos mesmos meses deste ano.

Os dados ainda apresentam uma redução de 12.890 de furtos no Estado. No geral, de janeiro a setembro de 2020 foram 104.116 ocorrências, contra os 117.006 registros nos mesmos meses do ano passado - queda de 11% no período deste ano.

“Baseado na análise estatística, em média 89 pessoas não sofreram furto ou roubo no Estado por dia. Isso faz parte do nosso planejamento estratégico, que tem como foco reduzir os crimes e, principalmente, aumentar a sensação de segurança de cada um dos paranaenses”, afirmou o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. 

Ele ressaltou que boa parte dos resultados se deve, especialmente, ao trabalho conjunto entre forças de segurança. “As polícias não medem esforços para combater o crime, seja no patrulhamento preventivo e ostensivo, seja nas investigações ou até nas elaborações de laudos. Todos atuando em conjunto colaboram para elucidação de crimes e, consequentemente, com a tranquilidade do cidadão”, completou.

Destaques

A redução nos índices de furtos nos primeiros nove meses deste ano teve destaque na AISP de Ponta Grossa, (-10,9%), na de Foz do Iguaçu (-21,6%), de Maringá (-9,2%), Londrina (-6,1%), Cascavel (-19,1%) e de Paranaguá (17,7%).

Quando comparado o número de roubos nos três primeiros trimestres deste ano, a redução foi significativa nas mesmas Áreas Integradas de Segurança Pública: de Ponta Grossa (-36,5%), Foz do Iguaçu (-28,9%), Maringá (-36,1%), Londrina (-19,3%), Cascavel (- 27,7%) e Paranaguá (-29,4%).

Ambiente público

A redução mais expressiva é relacionada a furtos e roubos em ambiente público. Nos três primeiros trimestres de 2019 foram 25.721 ocorrências de furto, 33,4% a mais que as 17.112 ocorrências registradas nos mesmos meses deste ano. Já em relação a roubos a diminuição foi de 34,9% - de 26.553 em 2019 para 17.276 neste ano.

Comércio

Também houve queda de furtos e roubos no comércio. A redução nas ocorrências de furtos foi de 24% (de 15.775 em 2019 para 11.963 neste ano). Em relação a roubo a comércio, a redução foi de 17,7% - de 5.027 ocorrências para 4.134.

Residência

Nos três primeiros trimestres foram 10.589 registros de furtos a residências a menos no estado. Neste ano houve 22.922 registros, contra 33.511 ocorrências do ano passado - redução de 31,6 %.

Integração

O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach, relaciona os bons resultados ao trabalho integrado entre instituições de segurança e à alta qualidade das investigações. “O profissionalismo e a dedicação dos policiais civis do Paraná em seu trabalho resultam em investigações qualificadas, e isso coíbe a prática de crimes. Somado a isso, a integração com outras forças contribui para a melhoria da segurança pública em todo o Estado”, afirmou.

Texto/Foto: Agência Estadual

 

COMENTÁRIOS