facebook
29/07/2021

Nota de esclarecimento sobre confirmação de caso da variante Delta em Irati

Nota de esclarecimento sobre confirmação de caso da variante Delta em Irati

Na data de ontem (28), a Secretaria de Estado da Saúde confirmou a ocorrência em Irati de um caso da variante Delta do SARS-CoV2, linhagem B.1.617.2, originada da Índia em outubro de 2020, é uma das variantes que apresenta mutações genéticas múltiplas e é denominada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) “variante de atenção/preocupação” por alterar o comportamento do coronavírus, ser mais transmissível do que as linhagens anteriores e forma a alterar o curso da pandemia. Não há evidencias, até o momento, de que as infecções pela variante Delta provoquem casos mais graves ou óbitos.

Sobre o caso confirmado

Trata-se de um homem, de 72 anos, que apresentava comorbidades, teve histórico de internado em 25/06 em unidade hospitalar em Curitiba, desenvolveu sintomas sugestivos de Covid-19 em 30/06, coletou RT-PCR, apresentou piora clínica, internou em leito de enfermaria da Santa Casa de Irati em 08/07, apresentou RT-PCR “detectável para SARS-CoV2” em 09/07, sendo transferido para UTI em 11/07 onde permaneceu até a data do óbito.

Em 14/07, a Vigilância Epidemiológica de Irati recebe o comunicado, através da 4° Regional de Saúde, da suspeita da infecção pela variante Delta em um paciente de Irati (o RT-PCR realizado pelo Lacen-PR detecta mutações que podem ser sugestivas das variantes gama, predominante do estado e também da variante Delta) e que a amostra estaria sendo encaminhada para o laboratório da Fundação Oswaldo Cruz para realização do sequenciamento genético e possível confirmação. Frente ao comunicado e como medida de resposta, foi realizada investigação epidemiológica do caso e rastreamento de todos os contatos, com reforço as medidas de isolamento domiciliar.

Juntamente com esse caso, mais um paciente residente de Irati encontra-se em investigação para a variante delta, sendo que o mesmo possui vínculo epidemiológico com o primeiro caso, seus contatos também estão sendo investigados, não sendo possível afirmar a presença de transmissão comunitária local.

O paciente confirmado para a variante delta possuía esquema vacinal completo contra a Covid-19. Entretanto, possuía comorbidades graves – o que pode ter contribuído com a evolução desfavorável do caso. Todas as vacinas são seguras e eficazes, protegem a população contra as formas moderadas e graves, mas é importante salientar que nenhuma vacina protege 100%, e como sendo uma medida de controle coletiva, mesmo vacinado é necessário manter as medidas de prevenção como: distanciamento social, higiene “exaustiva” das mãos, uso de máscaras e tantas outras já amplamente difundidas.

A avaliação das variantes circulantes tem importância epidemiológica não sendo necessárias para a avaliação individual de cada caso ou definição de manejo clínico para os casos de Covid-19.

Frente a confirmação de um caso da variante Delta, intensificaram-se as medidas de vigilância da pandemia em Irati, que segue com redução substancial da média móvel de casos confirmados e óbitos, tão logo detectado um padrão epidemiológico de transmissão diferente, novas medidas de restrição poderão ser adotadas.

Por enquanto, solicitamos a toda a população de mantenham as medidas de prevenção e ainda, realizem o isolamento domiciliar diante de sintomas gripais e faça o exame imediatamente.

Texto/foto: Assessoria PMI

COMENTÁRIOS