facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1230 - Já nas bancas!
03/06/2020

Morador da cidade, de 55 anos de idade, é o 3º caso de COVID-19 em Irati

Morador da cidade, de 55 anos de idade, é o 3º caso de COVID-19 em Irati

A Secretaria Municipal de Saúde de Irati confirmou, na tarde desta quarta-feira (03), o terceiro caso da COVID-19 no município. De acordo com o setor de Vigilância Epidemiológica, trata-se de um paciente de 55 anos de idade, que não tem nenhuma relação com os demais casos confirmados. 

O paciente apresenta sintomas leves da doença, realizou o exame na segunda-feira (01) e  está em casa, cumprindo o isolamento domiciliar. De acordo com a chefe do setor de Vigilância Epidemiológica, a enfermeira Denise Homiak Fernandes, “ele iniciou com tosse, dor de garganta e desconforto respiratório, foi coletado o exame e hoje saiu o resultado positivo”.

O paciente reside em um bairro da cidade e todas as pessoas com as quais teve contato estão sendo investigadas.

Exames realizados

Desde o início da pandemia, 205 pessoas de Irati já tiveram amostras coletadas para realização de testes laboratoriais de COVID-19.  Destes, 169 já testaram negativo para o novo coronavírus e 33 estão em investigação, ou seja, aguardam o resultado do exame.

A equipe do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Irati  explica que os resultados dos testes feitos pelo Laboratório Central do Paraná (LACEN-PR) ou  por outros laboratórios credenciados levam cerca de uma semana para ficarem prontos, prazo que pode variar conforme a demanda.

Circulação do vírus

Dos 3 casos positivos de COVID-19 confirmados em Irati, um já está recuperado da doença. O outro é uma criança de um ano de idade e o terceiro, o paciente de 55 anos, confirmado nesta quarta-feira (03).

“Este caso não possui vínculo epidemiológico com os dois primeiros, o que reforça a circulação do vírus na cidade e a necessidade de cumprimento dos decretos municipais”, enfatiza a  enfermeira Denise Homiak Fernandes, chefe do setor de Vigilância Epidemiológica.

 

Da Redação/Hoje Centro Sul