facebook
19/01/2021

Meteorologia mantém alerta de perigo de chuvas intensas em Irati e bombeiros orientam sobre segurança

Meteorologia mantém alerta de perigo de chuvas intensas em Irati e bombeiros orientam sobre segurança

Em poucos dias, pode chover mais da metade da média normal para todo mês de janeiro na região de Irati, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Para este dia 19, permanece o alerta de perigo de chuvas intensas emitido pelo órgão.

Neste ano, a média de precipitação do mês de janeiro pode chegar a 300 mm, quando o normal para o período é entre 200 e 250 mm. A previsão do INMET era de que chuvas intensas ocorreriam entre os dias 19 e 21 de janeiro,  entretanto, já no  dia 18 o volume de precipitação foi elevado, ocasionando transtornos como pontos de alagamento, além da invasão de casas e estabelecimentos comerciais pela enxurrada.

Segundo levantamento divulgado pela Defesa Civil de Irati, em um  período de 40 minutos foi registrado  o volume de 130mm de chuvas neste dia 18. Com este fenômeno, a infraestrutura para o escoamento pluvial não conseguiu dar vazão ao grande volume de água e pontos de alagamento ocorreram em vários bairros da cidade e também na área rural.  

Cerca de 50 pessoas precisaram  ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros de Irati por estarem em situação de risco. Algumas delas  foram retiradas de suas residências com o uso de barcos pela equipe do Corpo de Bombeiros.

Como permanece o alerta do Instituto de Meteorologia quanto ao perigo de chuvas intensas para os próximos dias, o jornal Hoje Centro Sul ouviu o Corpo de Bombeiros de Irati em relação às orientações de segurança.

De acordo com a comandante do 3º Subgrupamento de Bombeiros de Irati, capitã Keyla Karas Soltes, é preciso monitorar o nível da água.  “Verificando que a água está chegando próximo à residência, elevar os pertences, quando for possível, desde que não haja risco, e se proteger em locais mais altos também”, recomenda.

Ela também destaca que transitar em locais de alagamento é uma atitude totalmente imprópria, tanto a pé, como de carro. “De carro, procurar não passar por locais alagados onde a água passe do nível das rodas do carro, visto que se ele tiver com um nível de água muito alto você acaba perdendo o controle e o carro pode ser levado pela enxurrada”, explica a comandante do Corpo de Bombeiros.

Keyla ainda orienta que  quando algum condutor de veículo verificar que o nível da água está subindo na via, o ideal é “procurar estacionar em local mais alto, havendo esta possibilidade”. “E se o nível da água continuar subindo, sair do veículo, porque este acaba sendo um local de risco”, frisa.  

A comandante do Corpo de Bombeiros de Irati alerta que atravessar a enxurrada a pé também é perigoso. “Procure ao máximo evitar atravessar locais onde haja enxurrada. Em virtude do fluxo da água pode ocasionar quedas e até afogamento”, explica.

Caso aconteça uma emergência e alguém acabe ficando ilhado, ou verifique uma situação de risco à vida, Keyla recomenda que se telefone para o 193. “E o Corpo de Bombeiros vai até o local para fazer o salvamento, fazer o resgate”, finaliza.

 

Da Redação/Hoje Centro Sul

Imagem: Alerta Instituto Nacional de Meteorologia (INMET)

COMENTÁRIOS