facebook
28/04/2021

Médico de Irati usa a tribuna da Câmara para alertar população que o atendimento à Covid-19 está no limite

Médico de Irati usa a tribuna da Câmara para alertar população que o atendimento à Covid-19 está no limite

Na noite de ontem (27), durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Irati, o vereador e médico João Henrique Sabag Duarte, utilizou a tribuna para fazer um apelo dramático à população de Irati devido à situação crítica para o atendimento aos pacientes com insuficiência respiratória devido à Covid-19.

O médico, que atua na Santa Casa de Irati e na Secretaria Municipal de Saúde na linha de frente do cuidado às pessoas infectadas pelo coronavírus relatou os acontecimentos recentes, com preocupação.  

“Durante a última semana perdemos vários pacientes, de todas as idades, famílias sofrendo, famílias sangrando.  Entubamos mais de dez pacientes na última semana, isso é muito triste. Chegamos ao limite, o nosso hospital está com 32 pacientes internados neste momento. Neste momento não entra nenhum paciente na Santa Casa porque não tem espaço físico e não tem ventiladores”, afirmou João Henrique.

Segundo ele, na noite de terça-feira, além dos pacientes internados na Santa Casa, havia três pacientes entubados na Secretaria de Saúde, além de outras 18 pessoas na ala destinada à Covid-19.

O médico fez um alerta para que a população se conscientize quanto à necessidade de tomar todos os cuidados para evitar a doença, sobretudo quanto está se esgotando a capacidade de atender, em Irati, novos pacientes que venham a precisar de ventilação mecânica, ou seja, de serem entubados.  “Eu gostaria de pedir aos senhores, de pedir a população de Irati que, por favor, fiquem em casa, não façam aglomeração, usem álcool gel, respeitem os pedidos das autoridades de saúde, pois pessoas vão morrer sem atendimento, porque não tem ventilador”, enfatizou.

 João Henrique frisa a falta de equipamentos e insumos, que atinge todo o País e o mundo. “E não tem ventilador não é porque o prefeito não comprou ventilador. É porque não tem ventilador no mercado para se comprar, não tem medicação para sedação para se comprar, o governo confiscou tudo, então não é porque o prefeito, porque os vereadores, porque o secretário de saúde não comprou isso ou aquilo, é porque não tem”, disse o médico de Irati.

 A prevenção é o apelo feito pelo médico que atua na linha de frente da Covid-19.  “Então eu peço encarecidamente para as pessoas que se conscientizem, para que não peguem esta doença maldita, para que não necessitem de ventilação mecânica, pois a nossa estrutura física chegou ao limite hoje”, disse. E João Henrique complementa: “Não brinquem com a Covid, não desafiem a Covid, porque se você precisar de um ventilador neste momento, em Irati não tem, nem no hospital, nem na secretaria de saúde”.

Mortes registradas

No domingo, dia 25, foram registradas duas mortes por Covid-19 na Santa Casa de Irati. Na segunda-feira, dia 26, mais uma morte ocorreu no hospital. E na tarde de terça-feira mais uma pessoa morreu devido à doença. No total, já foram 65 óbitos em Irati devido à Covid-19.

Além de idosos e pessoas com comorbidades, também tem falecido pessoas jovens devido a doença. No domingo (25), por exemplo, a doença vitimou um homem de apenas 35 anos de idade, sem comorbidades (doenças pré-existentes que fragilizam o organismo diante da Covid-19) e outro de 29 anos, com comorbidades.  

Texto: Letícia Torres/ Jornal Hoje Centro Sul

Foto: Reprodução vídeo Câmara Municipal de Irati

Vídeo: https://www.irati.pr.leg.br/sessoes-ao-vivo

COMENTÁRIOS