facebook
29/05/2020

Mais testes para detecção do coronavírus passaram a ser realizados

Houve mudança no protocolo de investigação da doença no Paraná a partir desta semana

Mais testes para detecção do coronavírus passaram a ser realizados

Desde terça-feira (26), qualquer indivíduo que procurar o serviço de saúde de Irati e que apresente Síndrome Gripal (SG) deverá ter amostra coletada para o Teste de Biologia Molecular RT-PCR para a detecção do RNA do coronavírus (SARS-CoV-2).

A Secretaria de Saúde de Irati implantou um serviço de referência para o atendimento desses casos, que será localizado na UPA da Vila São João, com entrada exclusiva para pacientes com sintomas de problemas respiratórios. Com isso, as UBS que identificarem casos passíveis de coleta, deverão encaminhar para essa Unidade de Referência para COVID-19. A Unidade  também poderá ser procurada, em horário comercial, diretamente pelas pessoas que apresentarem síndrome gripal.

Exame

A ampla realização dos exames segue recomendação feita aos municípios pela Nota Técnica SESA n° 01/2020.  O principal teste laboratorial disponível para o diagnóstico de pacientes sintomáticos, na fase inicial da COVID-19 (entre o 3º e 5º dia de doença) é o teste molecular RT-PCR – que passou a ser feito em usuários do SUS que procurarem espontaneamente o serviço de saúde, apresentando sintomatologia para síndrome gripal.

A detecção do vírus pelo teste RT-PCR em tempo real permanece sendo o teste laboratorial de escolha (padrão ouro) para o diagnóstico de pacientes sintomáticos na fase inicial da doença.

Síndrome Gripal

É considerada Síndrome Gripal (SG), o  quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que apenas relatada e não aferida, acompanhada de tosse ou dor de garganta, ou coriza, ou dificuldade respiratória.

Em crianças considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.

Em idosos a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento, como síncope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.

Informações 

Em caso de dúvidas, informações podem ser obtidas com os profissionais de saúde por telefone. Os números são 3907 3155 e 9 9104 1938.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações Assessoria PMI

Foto: Agência Estadual

COMENTÁRIOS