facebook
09/10/2020

Mais caminhões-pipa foram entregues aos municípios

Mais caminhões-pipa foram entregues aos municípios

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta quarta-feira (7) mais 14 caminhões-pipa para os municípios. Na região, Mallet, São Mateus do Sul, São João do Triunfo e Antônio Olinto foram contemplados.

Os caminhões-pipa são versáteis e podem ser utilizados no abastecimento de água, combate a incêndios, na agricultura e pecuária, na higienização de calçadas e ruas urbanas, e para ajudar na trafegabilidade das estradas rurais.

Os veículos entregues nesta semana são parte de um pacote de investimentos em 100 unidades desse mesmo modelo, dos quais 62 já foram entregues. O aporte total é de aproximadamente R$ 21,3 milhões, feito pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

“É um investimento muito importante para o Paraná. São 100 caminhões que podem ser utilizados em combate a incêndio, entregues aos municípios. É a maior compra do Brasil”, afirmou o governador. “Eles ajudarão a combater os efeitos da seca e focos de incêndio no Paraná e podem colaborar com outros estados, dentro das necessidades. Um equipamento para auxiliar o trabalho de prevenção e proteção do meio ambiente”.

O secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, destacou que esse pacote é parte de um planejamento iniciado em 2019. “Estamos planejando essa aquisição desde o ano passado, com a inclusão do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) na secretaria. Nosso monitoramento do clima já mostrava a dificuldade nesse período mais seco”, disse.

Nunes destacou que os caminhões-pipa são versáteis, podendo ser utilizados para vários fins nos municípios. “É um momento de crise climática, de falta de água, o País em situação muito delicada. Há algum tempo adquirimos esses veículos e agora estão sendo entregues. Temos que preservar, recuperar e não permitir que o meio ambiente seja degradado. Esses caminhões-pipa são condicionantes para esse combate. Para ter rapidez e perder o mínimo possível nesse momento de crise”, acrescentou.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações Agência Estadual

Fotos: Agência Estadual

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS