facebook
07/12/2020

Lojistas têm boa expectativa para o Natal, mas adesão ao horário estendido será opcional

Após um ano difícil devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os empresários de Irati estão otimistas com as vendas de Natal

Lojistas têm boa expectativa para o Natal, mas adesão ao horário estendido será opcional

Depois de um ano marcado por crises, é hora de pensar no Natal, uma data sempre muito esperada pelo comércio. Restando pouco mais de vinte dias para o feriado natalino, lojistas mantém as recomendações para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 e aguardam os clientes em seus estabelecimentos.

Oscar Muchau, vice-presidente de Assuntos do Comércio da Associação Comercial e Empresarial de Irati (Aciai), cita como está a expectativa dos comerciantes locais neste ano atípico. “A nossa expectativa é sempre muito boa para o Natal, porque é sim a principal época do ano de vendas porque as pessoas se presenteiam”, ressaltou.

Ele acredita que se em 2020 os lojistas atingirem o mesmo volume de vendas alcançado em 2019 poderá ser considerado um bom resultado. “Estamos com a cidade vivenciando um momento delicado com relação ao Covid. Então acredito que, vendendo igual ou melhor que 2019, será ótimo”, diz o vice-presidente de Assuntos do Comércio da Aciai.

O gerente das filias de Irati e Imbituva da loja de eletrodomésticos, móveis, itens para casa e produtos agropecuários  Afubra, Lázaro Ramon Bock, está otimista. Ele conta que a empresa se preparou para oferecer condições e preços especiais para motivar os clientes a fazerem suas compras de Natal. “Estamos com a equipe preparada, produtos a pronta entrega, a loja recheada de muitos itens com condições e preços especiais. Sem falar que contamos também com vendas pelo WhatsApp, ou seja, cliente não precisa sair de casa”, contou.

Outro atrativo oferecido pela Afubra são as promoções. “Nossos clientes e associados podem aproveitar as centenas de produtos anunciados para fazer suas compras de Natal, dar aquele presente especial. Estamos preparados para receber a todos em nossa loja, obviamente, tomando sempre, todos os cuidados necessários”, comenta Lázaro.

A loja tem obedecido as regras de prevenção à Covid-19, disponibilizando álcool em gel na entrada e em vários outros pontos de estabelecimento. Também colocou uma solução com água sanitária no tapete de entrada da loja para a higienização dos sapatos dos clientes. Além disso, instalou uma proteção em acrílico diante dos caixas e tem dedicado atenção especial à limpeza diária.

Muitos outros estabelecimentos comerciais de Irati também estão seguindo todos os protocolos para evitar a propagação do novo coronavírus, como a loja Mais Econômica, que atua no segmento de produtos populares, como roupas e artigos de cama, mesa e banho. “Todos devemos nos cuidar e pensar nos outros também”, ressaltou Patrícia das Graças Ferreira, gerente da loja.

Ela conta como foram as vendas ao longo do ano e cita a expectativa para o período natalino. “O ano de 2020 começou bem, mas com a pandemia foi caindo o movimento e teve os dias que ficou fechado. A expectativa é bem grande para o Natal, estamos bem confiantes, se Deus quiser da tudo certo”, diz. Patrícia tem esperança que, com o recebimento do 13° salário, os clientes possam se animar e que o movimento seja maior que o de 2019. “É um dinheirinho a mais para todos”, disse.

Horário estendido para atendimento

Haverá horário estendido de funcionamento do comércio iratiense em 2020.  Isso já estava programado desde o mês de maio, segundo Oscar Muchau. Ele conta que a definição ocorreu a partir de uma reunião entre o Sindicato dos Empregados no Comércio, o Sindicato Patronal e a Associação Comercial Empresarial de Irati. Nesta reunião foi definido que as lojas poderão funcionar até às 22 horas no período natalino, mas que cada empresa poderá optar se vai ou não atuar em horário estendido.

 “Acredito que o horário estendido é o caminho para todos os segmentos, para que não haja aglomerações. E se reduzir os horários vai haver aglomerações e as possibilidades de contágio aumentarão”, defende Oscar Muchau, vice-presidente de Assuntos do Comércio da Aciai.

O comércio em geral tem obedecido as medidas que foram impostas para o enfrentamento à Covid-19, como o número reduzido de pessoas dentro dos estabelecimentos, disponibilização de álcool em gel e exigência do uso de máscaras pelos colaboradores e clientes.

Fiscalizações têm sido realizadas pelo Centro de Operações Especiais e de Fiscalização da Covid-19 da Prefeitura de Irati (COEF), com apoio da Polícia Militar e Guarda Municipal, através da operação “Comércio Seguro” em toda a cidade. Têm sido vistoriados pontos comerciais como supermercados, lojas, lotéricas e outros, durante o dia e, à noite, os bares e similares. O objetivo é coibir aglomerações.

Afubra está em novo endereço

Esse ano, a Afubra completou 24 anos em Irati e atualmente está atendendo em novo endereço, devido às significativas reformas que estão sendo feitas na loja da Rua Coronel Emilio Gomes.

Os investimentos nas obras, que proporcionarão um espaço amplo e moderno para os clientes, segundo o gerente, estão sendo viáveis graças aos resultados alcançados, mesmo com a  pandemia.  “Apesar de todas as incertezas, estamos atravessando o ano com bons resultados, fruto de um trabalho árduo de toda a equipe”, explicou Lázaro Ramon Bock.

O novo endereço da Afubra é Alameda Virgílio Moreira, número 45, centro – antiga Servopa.  

Redução das contratações temporárias

Em dados apresentados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o comércio deve contratar 20% menos colaboradores temporários do que no Natal de 2019. Isso é reflexo do acumulado do ano, que teve reduções nas vendas de modo geral.

Segundo um levantamento da agência Boa Vista, as vendas encolheram 41% no Dia das Mães em 2020 no Brasil, se comparado à mesma data festiva do ano passado. “O Dia dos Namorados, em 2020, também trouxe resultados parecidos com as quedas apresentadas no Dias das Mães”, analisa o professor Victor Corazza Modena, da IBE Conveniada FGV.

Texto: Letícia Torres e Daniela de Mello

Fotos: Daniela de Mello/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS