facebook
21/12/2020

Lojistas contam como está sendo a procura de produtos para o Natal

Nesse período, faltando poucos dias para o feriado natalino, o comércio está funcionando em horário estendido, até às 22h

Lojistas contam como está sendo a procura de produtos para o Natal

A pandemia e a proibição de eventos esse ano fez com que muitas famílias fossem em busca de roupas e decorações para passar o Natal em casa, o que garantiu um retorno considerável para os comerciantes de Irati.

“As decorações de Natal superaram as nossas expectativas. Como a maioria das pessoas não vão viajar esse final de ano, estão decorando mais as suas casas para passar o Natal em família”, contou o proprietário da loja Polly Center de Irati, Sandro Poli. Ele cita que o investimento em produtos para decoração natalina teve um retorno melhor este ano do que em 2019. 

Assim como os itens decorativos, as roupas infantis também costumam ter grande procura nesta época, seja para as crianças usarem no Natal ou para presente. Devido à pandemia, a  loja Azul e Rosa reduziu as compras de roupas mais festivas, levando em consideração a proibição de eventos, mas ainda assim teve uma procura grande por roupas de infantis. “Em vista de tudo que aconteceu este ano nossas vendas superaram nossas expectativas no mês de dezembro”, disse a gerente da loja, Kely Ferreira.

Já a gerente da loja Mais Econômica, Patrícia das Graças Ferreira, afirma que as vendas não estão sendo muito boas, que “está bem parado”.  Segundo ela, a loja se preparou para um volume alto de vendas nesse período e a expectativa é que os clientes ainda decidam fazer compras de última hora. “Estamos esperançosos de que tudo vai melhorar nessa última semana”, disse Patrícia.

Como faltam poucos dias para o Natal, o comércio de Irati está funcionando em horário estendido, até às 22h, obedecendo todas as medidas que foram impostas para o enfrentamento à COVID-19, como número reduzido de pessoas dentro dos estabelecimentos, uso obrigatório de máscara e a disponibilização de álcool em gel para os clientes.

Texto/Foto: Daniela de Mello/Hoje Centro Sul

COMENTÁRIOS