facebook
28/09/2020

Kadesh e Teixeira Soares assinam protocolo de intenções para instalação da empresa

Deverão ser gerados de 100 a 120 empregos diretos no Município com a instalação da indústria de calçados

Kadesh e Teixeira Soares assinam protocolo de intenções para instalação da empresa

Na tarde de quinta-feira (24), o Município de Teixeira Soares e a indústria de calçados Kadesh assinaram o  protocolo de intenções que oficializa a instalação da empresa na cidade.  Participaram do ato o prefeito de Teixeira Soares Lula Thomaz, a vice-prefeita Juliana Belinoski, e os irmãos Valdemir e Valmir Bastos Júlio, sócios da empresa.

No mercado há 17 anos, a Kadesh tem sede em Imbituva e pretende expandir sua produção, o que resultará na geração de 100 a 120 empregos diretos no Município.

“Este foi o ponta pé inicial na política correta da industrialização de Teixeira Soares, nós temos um distrito industrial agora consolidado com a primeira empresa, uma das mais respeitadas do mercado calçadista do Brasil, então nós começamos certo”, afirmou o prefeito Lula Thomaz.

Para a formação do condomínio industrial, o Município de Teixeira Soares investiu R$ 350 mil para adquirir a área e também fará a construção do barracão, que será cedido à empresa na forma de direto real de uso. A contrapartida da empresa será oferecer os empregos à população.

“Assinado o protocolo de intenções, nós vamos começar a montar os estudos e a fazer toda a questão de levantamento operacional e aí vamos poder ter uma ideia de valores de projeto, de produção e tudo mais”, comentou o representante da Kadesh, Valdemir Bastos Júlio.

Segundo ele, a empresa que atende a região, o Brasil e o Mercosul pretende “começar a produzir o quanto antes e colher bons frutos para todo mundo”. O que também é a vontade do prefeito e da vice-prefeita, segundo Lula Thomaz. “Podem ter a certeza que vocês terão um parceiro saudável e um parceiro firme ao lado da empresa, dando todas as estruturas que estão estabelecidas nesse protocolo”, disse.

Valdemir comenta que a empresa depende da mão de obra capacitada e que precisará oferecer treinamentos aos novos colaboradores de Teixeira Soares para que eles possam trabalhar na confecção dos calçados e demais produtos feitos pela Kadesh.  “Então a primeira etapa é, após a gente ter os barracões entregues, a capacitação da mão de obra. A partir do momento que a mão de obra vai adquirindo experiência, ela vai tendo eficiência produtiva. A tendência é em curto prazo, a gente já ter disponibilizado todos os empregos que a gente está assumindo compromisso”, destacou.

Investimento

De acordo com prefeito Lula Thomaz, além da compra do terreno para a formação do condomínio industrial, haverá investimentos na estruturação da área e edificação do barracão, o que deverá chegar a aproximadamente R$ 2 milhões.  

“São R$ 350 mil de recursos oriundos de financiamento e o restante desse saldo com recursos livres da própria prefeitura. Isso se deve a um trabalho de um bom e longo período aqui na prefeitura, onde se procurou sanear as contas publicas e houve o corte privilégios”, disse.

Segurança

Outro compromisso que faz parte do protocolo de intenções firmado entre o Município de Teixeira Soares e a Kadesh é auxiliar os trabalhadores que serão contratados pela empresa a chegarem de forma segura até o barracão industrial.  “Enquanto a gente não oferecer uma condição segura através de ciclovia ou um meio mais seguro para os colaboradores chegarem, o município se comprometeu em dar o transporte”, explicou o prefeito.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

COMENTÁRIOS