facebook

Irati é destaque na oferta de educação técnica e superior gratuita para estudantes da região

Além dos estudantes do município, moradores de cidades próximas como Inácio Martins e São Mateus do Sul veem Irati como uma oportunidade de desenvolvimento através de estudos nos cursos da Unicentro e também no Instituto Federal do Paraná.

17/07/2023

Irati é destaque na oferta de educação técnica e superior gratuita para estudantes da região

Irati é um centro de referência educacional tanto para estudantes do município quanto de cidades vizinhas. Instituições de ensino como o Instituto Federal do Paraná (IFPR) e a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), além de diversas instituições privadas de ensino, desempenham um papel fundamental no oferecimento de oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional.

Telma Araszewski Novakoski é moradora de São Mateus do Sul e vem a Irati todos os dias para estudar na Unicentro, em um trajeto que demora uma hora e meia. “Decidi vir para Irati estudar na Unicentro porque sei que é uma grande oportunidade de ingressar em uma universidade pública, já que em São Mateus não tem. Venho todas as noites de Van. Apesar da distância, agora temos a pavimentação asfáltica, o que torna a rotina um pouco menos cansativa”, descreve Telma.

Ela enfatiza a importância da Unicentro para estudantes de toda a região, pois muitas vezes não há opções de ensino superior gratuito na cidade onde eles moram. “Eu vejo Irati como uma cidade que disponibiliza inúmeras oportunidades para seus cidadãos devido a Unicentro estar presente, oferecendo cursos de ensino superior, os quais são essenciais para o desenvolvimento da sociedade”, comenta.

Outra estudante que viu Irati como uma oportunidade de crescimento pessoal é Suelen Ginko, que mora em Inácio Martins e também vem estudar na Unicentro.  Sua rotina diária é cansativa, pois normalmente ela chega em casa na madrugada do dia seguinte. “Eu saio de casa às 16h30. Às 17h15 eu pego o ônibus e chego em Irati por volta das 18h. Eu chego na Unicentro por volta das 19h. Depois, para voltar, eu tenho que sair 22h15 e eu chego em casa entre meia-noite a meia-noite e meia. Todos os dias saio, vou para a faculdade e volto de madrugada”, descreve Suelen.

Apesar do desafio que enfrenta, ela vê em Irati uma oportunidade de desenvolvimento pessoal através dos estudos e diz que até pretende em breve morar no município. “Eu vejo como uma grande oportunidade para mim e, futuramente, talvez daqui alguns meses, eu pretenda ir morar em Irati também para facilitar mais, porque é muito difícil chegar, sair mais cedo de casa, chegar cansada na faculdade, estudar e voltar para casa de madrugada”, relata.

Instituto Federal do Paraná

Além da Unicentro, o Instituto Federal do Paraná (IFPR) - campus Irati também oferece formação técnica e tecnológica de graça a estudantes de toda a região. “Há 13 anos o IFPR começou suas atividades com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia em Irati e região. A nossa instituição oferta muitas outras atividades além de uma educação gratuita e de qualidade. Também proporcionamos aos nossos estudantes oportunidades que vão desde atividades esportivas, artísticas e culturais, até possibilidades de intercâmbios, olimpíadas, iniciativas científicas e de extensão. Tudo isso com o objetivo de garantir que eles tenham a melhor educação e também de fomentar pesquisas que atendam às demandas da sociedade local”, explica a diretora-geral do IFPR - campus Irati, Ana Cláudia Radis.

Segundo ela, os estudantes têm a oportunidade de colocar em prática aquilo que aprendem em sala de aula através de parcerias do instituto com empresas. “As parcerias feitas entre o IFPR e demais instituições públicas e privadas proporcionam que nossos estudantes vivenciem experiências reais em suas áreas, façam contatos importantes na construção de suas carreiras e ainda garantam vagas no mercado de trabalho”, afirma a diretora-geral.  “Sabendo da qualidade do ensino de nossos estudantes, agregam a maioria deles como estagiários ou em vagas fixas após a conclusão do curso”, complementa Ana.

Exemplo disso são os alunos dos cursos na área de informática e desenvolvimento de sistemas, que já nos primeiros anos da formação conseguem se inserir no mercado de trabalho. Os que se destacam são disputados pelas empresas e têm ótima remuneração.

O IFPR Campus Irati oferece os Cursos Técnicos Integrados de Agroecologia e de Informática; e Cursos Superiores de Bacharelado em Agronomia, Licenciatura em Química e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

 Com a demanda de estudantes vindos de Irati e região, o instituto de ensino pretende em breve inaugurar mais um bloco de salas de aula para ofertar outros cursos e mais vagas em diferentes modalidades e níveis. “Dessa forma, o IFPR reforça seu objetivo de continuar promovendo uma educação profissional e tecnológica, pública e de qualidade. Assim como, de levar o nome de Irati a todo o país, como referência em ensino, pesquisa e extensão e na formação de cidadãos críticos, autônomos, empreendedores e comprometidos com a sustentabilidade”, diz a diretora-geral Ana Cláudia Radia.

Curso de Psicologia da Unicentro

O curso de Psicologia é o mais concorrido da Unicentro em Irati e o segundo de toda a universidade. Ele recebe alunos de todo o Paraná e até mesmo de outros estados há duas décadas –  em 2023 o curso completou 20 anos. Em A vice-chefe do departamento de Psicologia da Unicentro, doutora em Psicologia Clínica, Caroline Guisantes de Salvo Toni, acredita que o motivo dessa alta procura é a qualidade do ensino ofertado e as oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional que os alunos encontram no curso.

“O curso de Psicologia está completando 20 anos agora e é um curso que tem contribuído com muita força para o desenvolvimento regional e do município. Desde o início, quando a professora Rosanna Rita Silva construiu o curso de Psicologia junto ao de Fonoaudiologia, ela traz, dentro da grade curricular, uma implicação importante, ética e política do curso, no sentido de a gente poder devolver à sociedade aquilo que faz a Unicentro funcionar, que é esse investimento público”, descreve Caroline.

A maioria dos calouros, segundo ela, têm entre 18 e 20 anos. “O nosso público, a maioria são jovens, que logo após o ensino médio têm a sua primeira oportunidade de estarem morando sozinhos. Como a gente tem um curso que é integral, então esses alunos passam grande parte do seu dia na universidade, seja tendo aulas, mas também participando dos projetos que a gente oferta. Então, o curso de psicologia é um curso que é muito forte na pesquisa, na extensão”, conta.

Com isso, além da preparação para suas futuras profissões, os alunos desenvolvem habilidades pessoais com o aprendizado que acontece dentro e fora da sala de aula. “Desde o primeiro ano, os alunos têm oportunidade de participar das extensões, dos grupos de pesquisas, dos grupos de estudo. Isso vai construindo uma formação para além da sala de aula, que é tanto da formação acadêmica mesmo, mas também da própria interação com os professores e entre eles. Então, há turmas de anos diversos que convivem nos projetos, nos corredores, no departamento e nas salas. E isso vai propiciando uma perspectiva de mundo para eles mais ampla do que as que eles chegam”, avalia a vice-chefe do departamento de Psicologia da Unicentro.

Alunos de outros estados e retorno social

Atualmente todos os professores do curso de psicologia são doutores. Caroline associa isso à grade curricular do curso e aos projetos realizados fora da sala de aula com a grande procura dos estudantes. “Isso reflete, claro, nas avaliações que a gente tem do governo federal, do MEC, para dentro da própria universidade. Temos várias avaliações internas que mostram a qualidade do nosso curso, que mostra que temos uma baixíssima evasão”, afirma.

Por conta disso, muitos estudantes de outras cidades da região, e até mesmo de outros estados do país, vêm em busca de uma vaga na universidade. “No curso de psicologia nós temos alunos de São Paulo, Mato Grosso, Minas Gerais, Santa Catarina, enfim, muitos lugares. E são pessoas que às vezes vêm, se formam e ficam na cidade, se colocam, construindo seu local de trabalho, a sua carreira e que permanecem. Então isso também acho que traz um giro para o nosso município, que é importante vir gente de outros lugares e estar aqui para estudar e depois permanecer com essa mão de obra trabalhando”.

Caroline conta que desde o primeiro até o último dia do curso, os alunos participam de estágios e atuam diretamente em diversos setores, como a Assistência Social do município, o que beneficia não somente a população, mas também contribui para o próprio desenvolvimento profissional deles próprios.

Texto: Lenon Diego Gauron e Daniele Sobutka

Fotos: Dvulgação Unicentro e Divulgação IFPR

Comentários

🗞📰 Edição 1565 já nas bancas!
  • Direitos Autorais

    Textos, fotos, artes e vídeos do Jornal Hoje Centro Sul estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. É expressamente proibido a reprodução do conteúdo do jornal (eletrônico ou impresso) em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa do Jornal Hoje Centro Sul.

  • Endereço e Contato

    Rua Nossa Senhora de Fátima, no 661
    Centro, Irati, PR - CEP 84500-000

    Tel: (42) 3422-2461

  • Pauta: jornalismohojecentrosul@gmail.com

    Expediente: de segunda à sexta das 8h às 17h

JORNAL HOJE CENTRO SUL - © 2020 Todos os Direitos Reservados
Jornalista Responsável: Letícia Torres / MTB 4580