facebook
20/12/2021

Incêndio atinge Capela Santa Rita

Fogo destruiu todo o espaço superior do local, que tinha alguns jazigos e um apartamento. Ninguém ficou ferido

Incêndio atinge Capela Santa Rita

Um incêndio de grandes proporções atingiu as instalações da Capela Santa Rita, ao lado do Cemitério Municipal de Irati, na madrugada desta segunda-feira, 20, por volta de 00h40min, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado. O fogo atingiu toda a parte superior do local, que tinha madeira e forro de PVC na construção. Não havia nenhum espaço para queima de velas, uma vez que, no local, não está liberada a realização de enterros. Ninguém ficou ferido.

A parte de baixo, onde estão as capelas mortuárias, não foi atingida pelas chamas por ser toda de alvenaria. Entretanto, a capela permanecerá isolada para que seja feita uma avaliação da estrutura, que pode apresentar possíveis problemas estruturais causados pelo incêndio, segundo a comandante do Corpo de Bombeiros, Capitã Carla Adriana Spak Sobol. “A princípio, o local encontra-se isolado devido a algumas situações estruturais que serão avaliados pelo setor de engenharia para a questão da liberação de uso da parte de baixo da capela, onde não houve grandes danos”, relatou. 

Equipes da Polícia Militar (PM) e da Guarda Municipal prestaram auxílio fazendo o isolamento do local. Segundo Spak, ainda não é possível relatar o que teria causado o incêndio. Ela falou sobre a estrutura e o efetivo utilizados pelo Corpo de Bombeiros para combater as chamas. “Foram utilizados quatro caminhões, sendo três do Corpo de Bombeiros de Irati e um de apoio do PBC (Posto de Bombeiros Comunitários) de Rebouças, que também veio para nos auxiliar no combate a este incêndio. Tivemos também um número maior de bombeiros devido à escala extra jornada pela questão dos pedágios, então vieram sete bombeiros de São José dos Pinhais para compor o nosso efetivo neste final de ano”, frisou. 

Inicialmente, surgiram boatos de que apenas uma mangueira estaria sendo utilizada para apagar o incêndio. Spak disse que esta informação não procede e explicou que foram feitos três ataques ao incêndio, um na parte interna pela frente da Capela, outro por dentro do Cemitério Municipal e um terceiro pela lateral do G Center, para controlar o fogo e evitar que estruturas próximas fossem atingidas pelas chamas. 

 “Eles [bombeiros] fizeram primeiro a proteção na parede do G Center, porque a caloria estava grande e para evitar algum problema estrutural na parte do supermercado, fizeram um ataque pelo lado do Cemitério Municipal e uma mangueira pela frente do apartamento. Foi uma por dentro da edificação, a outra pela lateral do G Center e a outra pelo cemitério. Esta informação de ter uma mangueira só não procede”, afirmou. 

A moradora do apartamento, Neusa de Fátima de Souza, ficou bastante abalada com a situação e não quis gravar entrevista. Porém, ela relatou à nossa reportagem que saiu de casa ontem por volta das 15 horas e foi informada por telefone sobre o ocorrido. Ela acabou perdendo tudo o que tinha, móveis, roupas e documentos e estava bastante nervosa. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros voltou ao local na manhã de hoje, 20, para fazer o rescaldo do incêndio. Será feita uma perícia para saber o que poderia ter causado o fogo.

Texto: Da Redação/Najuá

 

Fotos: Divulgação WhatsApp e Paulo Henrique Sava/Najuá

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS