facebook
01/03/2021

Imbituva contratará patrulha mecanizada para recuperar estradas afetadas pelas chuvas

Imbituva contratará patrulha mecanizada para recuperar estradas afetadas pelas chuvas

Recuperar as estradas rurais para que a safra não seja prejudicada é uma das grandes preocupações da atual gestão municipal em Imbituva. O prefeito Celso Kubaski explica que pretende terceirizar equipamentos rodoviários, pois devido às chuvas intensas registradas no mês de janeiro, aumentou a quantidade de serviços de recuperação de estradas que precisam ser feitos.

“Nós tivemos um acúmulo aproximado de 400 milímetros de chuvas no mês de janeiro. Tivemos durante os 31 dias em torno de três ou quatro dias que fez tempo bom, e a consequência disso é que nós fizemos um decreto de situação de emergência do Município em virtude da safra agrícola”, conta o prefeito. Segundo ele, o decreto foi editado para que a contratação de maquinário ocorra de forma mais rápida, pois os agricultores precisam escoar sua produção. 

“Com este decreto, nós conseguimos viabilizar a contratação de uma patrulha rural mecanizada, com patrola, retroescavadeira, rolo-compressor, para poder readequar as nossas estradas rurais, para que a nossa safra possa ser tirada do campo e comercializada”, destaca Kubaski.

De acordo com ele, as estradas principais foram muito danificadas, mas ainda têm condições de tráfego. Já nas estradas secundárias, os problemas são maiores, o que afeta principalmente as pequenas propriedades rurais, dificultando, por exemplo, a retirada de animais das granjas.

“Praticamente 100% das estradas foram afetadas, não no mesmo grau de comprometimento, mas todas elas foram afetadas. As chuvas foram muito além do que se imaginava em uma época de janeiro”, diz.  

Manutenção de máquinas

Além da contratação de uma patrulha rural mecanizada, o Município também abriu licitação para a retifica de caminhões, máquinas e ônibus que possui.  

“Teve muitos concorrentes [na licitação], o que tranquilamente vai baratear a mão de obra e a reposição de peças”, comemora o prefeito.   Com isso, ele espera que haja economia de recursos públicos. “São critérios que estamos adotando, para que o Município neste início de mandato tenha uma viabilidade econômica também melhor, para que sobre dinheiro  no futuro para a gente investir em outras áreas”, finaliza Kubaski.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

COMENTÁRIOS