facebook
05/05/2021

Fernanda Sardanha, 1ª prefeita mulher de São Mateus do Sul, relata conquistas e desafios deste o início do mandato

Fernanda Sardanha, 1ª prefeita mulher de São Mateus do Sul, relata conquistas e desafios deste o início do mandato

Neste mês de abril, foram atingidos os 100 primeiros dias de mandato dos prefeitos eleitos em 2020. Em algumas cidades, como São Mateus do Sul, mudanças significativas ocorreram. É a primeira vez que uma mulher ocupa o cargo de chefe do Executivo Municipal.  

“É um rompimento histórico, porque sou a primeira mulher a estar como prefeita de São Mateus do Sul e vejo que a mulher, principalmente na questão política, sempre tem que demonstrar, tem que provar que pode fazer, que tem competência, capacidade para isso”, afirma a prefeita Fernanda Sardanha.

Assistente social e servidora pública da Prefeitura de São Mateus do Sul há mais de vinte anos, já comandou a Secretaria de Saúde na gestão do prefeito Clóvis Ledur e foi vereadora entre 2017 e 2020.  Entretanto, comandar o município é uma nova experiência, bem diferente, segundo Fernanda. “Muda muito, porque os desafios são muito maiores e as cobranças também”, conta a prefeita.

Nos primeiros meses de gestão, as maiores dificuldades foram para reorganizar os processos licitatórios, que estavam cancelados, e tiveram de ser refeitos para retomar as atividades. “A Secretaria de Obras foi a mais atingida com a falta das licitações, mas em momento algum deixou de trabalhar, pelo contrário, teve um trabalho destaque nestes 100 dias”, diz Fernanda.

Exemplo disso foi a atenção dada à área rural.  Para a execução de reparos nas estradas devido às chuvas acima da média foi necessário esforço extra.  “Teve a questão dos dias de chuva em janeiro, que afetou bastante a população do interior, principalmente em função da safra para escoar os produtos agrícolas. Então, foi feito um projeto de lei para atender em situação emergencial”, relata a prefeita.

Segundo ela, São Mateus do Sul possui mais de cinco mil quilômetros de estradas rurais, e ainda não foi possível atender a totalidade das vias devido à dimensão do município. “Mas foi atendida uma importante porcentagem dos agricultores”, conta.

Outra área que recebeu atenção especial foi a saúde, que teve a reorganização de atendimentos, com a utilização de servidores da saúde para o acolhimento das pessoas com Covid-19. “Ampliamos o atendimento sentinela, temos apoio do PA [Pronto Atendimento], com os profissionais capacitados, pois teve casos em que o paciente precisou ser entubado ali mesmo. O centro de fisioterapia também foi organizado com leitos, caso haja a necessidade de prestar este atendimento à população”, afirma Fernanda.

A Secretaria de Saúde também fez um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação de mais profissionais da saúde e abriu credenciamentos para novos médicos.

De acordo com a prefeita, a decisão de ampliar os investimentos na saúde foi tomada a partir de uma enquete on-line feita com a população para definir prioridades. Além de melhorias no setor de saúde, outro anseio dos são-mateuenses é a geração de empregos, questão que também está sendo tratada.

Para direcionar as ações da gestão conforme as demandas populares, Fernanda visita as comunidades uma vez por semana, participa de reuniões, recebe os munícipes na prefeitura e instituiu o “Café com a prefeita”. “É um espaço que traz a representatividade da comunidade, discutimos o que é prioridade para encaminhar aos secretários e ao planejamento. É muito interessante, porque tem pessoas que nunca haviam entrado na prefeitura, e assim podemos discutir os direitos e as ações de políticas públicas para o município. É um exercício que exige bastante, mas que faz a diferença. Imagino que mesmo quando eu não estiver mais aqui as pessoas vão saber exigir essa transparência e a participação”, defende a prefeita.

Dar a oportunidade para que as pessoas sejam ouvidas foi uma das motivações de Fernanda para ingressar na vida pública. “Sempre participei muito de conferências e vejo que a maior decepção é participar dessas conferências e ter grandes ideias, mas essas ideias não serem executadas e morrerem, acho que isso pode ter me instigado a estar na política hoje. Precisamos romper toda a história de favorecimento e sempre priorizar as ações que sejam de forma coletiva, que beneficiem o interesse da comunidade”, acredita.

Geração de empregos

Apoiar o setor produtivo para estimular a geração de empregos foi um dos compromissos de campanha da prefeita Fernanda e do vice-prefeito Adão Staniszewski. Para incentivar a instalação de novas empresas e a expansão das empresas já existentes, está em andamento o projeto para a criação de um condomínio industrial.

“Estamos fechando um negócio para a compra de uma área industrial, são em torno de 20 alqueires, temos conversado muito com o deputado estadual Alexandre Curi, que nos recebe quase todas as segundas em Curitiba, temos tratado com o chefe da Casa Civil, Guto Silva, graças ao apoio do deputado”, afirma a prefeita. Segundo ela, em breve será possível anunciar novidades sobre esta proposta.

Outros projetos

Novos investimentos habitacionais devem ocorrer em breve em São Mateus do Sul. Já estão previstas 60 unidades habitacionais e o município busca adquirir mais um terreno para o programa Condomínio do Idoso.

No setor de saúde, a proposta é criar o Centro de Atendimento à Mulher, com serviços de ginecologia e obstetrícia à disposição das pessoas. Também há emendas parlamentares federais destinadas à saúde, educação, aquisição de máquinas rodoviárias, infraestrutura para os bairros, com pavimentação com pedras irregulares e construção do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

Ainda emendas estaduais, do deputado Emerson Bacil, para que seja feito asfalto, construído o Centro do Referência em Assistência Social (CRAS) e comprada uma pá carregadeira.

Outros projetos que devem ser realizados em breve são a reforma da rodoviária e a revitalização da praça do Rio Iguaçu, além de propostas voltadas ao desenvolvimento do turismo. 

 Asfalto entre São Mateus e Irati

A atual prefeita deverá entregar no próximo ano, junto com o governador Ratinho Júnior e com o secretário de Infraestrutura e Logística Sandro Alex, as obras de pavimentação da PR-364, o asfalto entre São Mateus do Sul e Irati.  “Vai reforçar o entroncamento rodoviário, por ligar nosso município com Irati. Vai ser muito importante por toda a questão da educação e desenvolvimento, além de fortalecer, por ligar com uma regional que é Irati. E os investimentos que pode proporcionar, já que estamos focados na geração de renda”, afirma Fernanda, acrescentando que devido à pavimentação já há empresas de porte nacional que demonstram interesse em se instalar no município. 

Na próxima semana, segundo ela, o secretário Sandro Alex deverá vir a São Mateus para visitar as obras da PR-364 e conversar sobre a possibilidade de que seja aberta uma nova frente de trabalho, vindo de São Mateus do Sul em direção a Irati, agilizando o andamento da obra – que já tem mais de 12 quilômetros concluídos, entre Irati e a comunidade Marmeleiro, no interior de Rebouças.

Texto: Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Fotos: Ciro Ivatiuk

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS