facebook
29/06/2021

Estudantes do curso técnico de Enfermagem retomam aulas práticas em Irati

Colégio Estadual João XXIII iniciou o retorno presencial em 18 de junho, tomando medidas para garantir a segurança dos estudantes, professores e funcionários, mantendo também um número reduzido de alunos

Estudantes do curso técnico de Enfermagem retomam aulas práticas em Irati

Alunos do curso técnico de Enfermagem do Colégio Estadual João XXIII, em Irati, Centro-Sul do Paraná, iniciaram aulas para aprender a preparar uma sala de cirurgia, higienizar as mãos com técnica específica para o ambiente, montar mesa de instrumentos cirúrgicos e acolher pacientes. Eles puderam se revezar nos papéis de cada profissional de centro cirúrgico, como cirurgião, instrumentador e enfermeiro auxiliar.

As aulas práticas são ministradas pela professora Rosally Pereira da Costa Molinari, que leciona as disciplinas Centro Cirúrgico e Assistência de Enfermagem Cirúrgica no curso técnico de Enfermagem da instituição.

Desde 18 de junho, o colégio iniciou o retorno das atividades presenciais, tomando medidas para garantir a segurança dos estudantes, professores e funcionários, mantendo um número reduzido de alunos (cerca de 10) durante as aulas práticas. A turma, segundo Rosally, consegue assimilar bem o conteúdo abordado nas atividades presenciais.

“Eles saíram de uma introdução à Enfermagem, que tiveram de forma remota, e passaram agora para a prática de centro cirúrgico. Estão muito animados conhecendo as tesouras, as pinças, os instrumentos”, comenta a professora.

Confiantes 

Durante o período de ensino remoto, a equipe pedagógica empregou esforços para garantir que não houvesse abandono escolar. A medida valeu a pena, uma vez que os estudantes, agora, estão confiantes para se preparar para estágios, que já começaram a ser retomados nos hospitais.

Neste momento de pandemia, em que os profissionais da saúde são tão necessários e valorizados, o corpo docente do colégio se orgulha de formar cidadãos para cuidar de vidas. “Quando conversamos sobre esse assunto com os estudantes, refletindo sobre a nossa realidade, eles ganham até um ânimo a mais para concluir o curso e começar a trabalhar, fazer a diferença”, conta Rosally.

Práticas em Fazendas-Escola

 Outros cursos técnicos de colégios estaduais já haviam iniciado o retorno gradual às atividades presenciais. Alguns deles com aulas práticas presenciais e aulas teóricas remotas. No Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Newton Freire Maia, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, os alunos dos cursos de Agropecuária e de Meio Ambiente estão participando de atividades presenciais, como aulas de campo na fazenda-escola, visitas técnicas e aulas em laboratório.

Outro exemplo é o Centro Estadual Florestal de Educação Profissional (Cefep) Presidente Costa e Silva, em Irati, onde os alunos dos cursos de Florestas e de Agronegócio realizam diversas atividades na fazenda-escola, como medição do nivelamento do terreno, manejo de solo e viveiro florestal, além da silvicultura, que inclui técnicas para preservação e melhora do crescimento de diferentes espécies florestais.

Texto/foto: Agência Estadual

COMENTÁRIOS