facebook
13/01/2021

Em reunião do CIS/Amcespar, prefeitos discutem próximos passos para adesão ao QualiCIS

Em reunião do CIS/Amcespar, prefeitos discutem próximos passos para adesão ao QualiCIS

Os prefeitos da região Centro Sul se reuniram nesta semana para tratar sobre as diretrizes de adesão ao Programa Estadual de Qualificação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde (QualiCIS). O encontro ocorreu na segunda-feira (11), na sede da Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná (Amcespar) e foi conduzido pela presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amcespar), a prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck.

Criado pela Secretaria de Estado da Saúde, o QualiCIS é focado na regionalização dos serviços de saúde e  tem como objetivo melhorar o modelo de atendimento aos pacientes em condições crônicas em todo Paraná. Ele substitui o Programa Estadual de Apoio aos Consórcios Intermunicipais de Saúde (COMSUS), que teve seu término no final de dezembro do ano passado.

De acordo com a assessora técnica do CIS/Amcespar, Ângela Maria Cardoso, está em andamento a fase de adesão ao QualiCIS – destinado aos Consórcios que gerenciam Ambulatório Médico de Especialidades (AME) no Paraná.  Atualmente, os municípios estão apresentando os documentos e se adequando às normativas da Resolução 1418/2020 para adesão ao programa.

Esclarecimentos sobre este processo foram prestados pelo chefe da 4ª Regional de Saúde Walter Trevisan e pela equipe técnica da Regional aos prefeitos Junior Benato de Inácio Martins, Luiz Everaldo Zak de Rebouças, Leandro Jasinski de Rio Azul e  Celso Kubaski de Imbituva. Também aos prefeitos interinos de Yeda Waydzik de Irati e André Possebom de Guamiranga e ao  vice-prefeito de Mallet Francisco José Makoski.

Seis linhas de atenção à saúde serão trabalhadas através do programa QualiCIS no CIS/Amcespar: gestantes, idosos, crianças, hipertensos, diabéticos e saúde mental.

A assessora técnica do Consórcio de Saúde conta que, anteriormente, já eram realizados atendimentos aos pacientes da região em condições crônicas por uma equipe multifuncional. Entretanto, muitos pacientes não vinham periodicamente ao ambulatório, como deveriam. “O número de faltosos é muito alto na região, trabalharemos com uma campanha de conscientização dos pacientes sobre a importância desse acompanhamento. São cuidados que muitos gostariam de ter”, comenta Ângela. Ela exemplifica explicando que o cuidado periódico garante melhora na saúde do bebê, no caso das gestantes, e pode ser uma forma de evitar que um hipertenso não venha a sofrer complicações em seu quadro e se tornar um paciente acamado.

Repasses

Depois de cumpridas todas as etapas do processo de adesão ao QualiCIS pelos municípios, a projeção do Governo do Estado é de destinar um volume maior de recursos para as ações prioritárias à Rede de Atenção à Saúde em todo Paraná.

Para a presidente do CIS/Amcespar, Cleonice Schuck, a expectativa é de que o atendimento ambulatorial de especialidades possa ser cada vez melhor na região.

Critérios

Pelo QualiCIS, o cálculo do recurso de custeio a ser repassado aos Consórcios de Saúde do Paraná está embasado em três critérios: população de abrangência do Consórcio, média do PIB per capta dos municípios de abrangência (dado construído pelo Ipardes) e percentual da população idosa dos municípios de abrangência (acima de 60 anos – DAV). De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a composição dos três critérios possibilita aporte de recursos diferenciados respeitando as especificidades de cada Região.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Divulgação/Amcespar

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS