facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1230 - Já nas bancas!
07/02/2020

Em duas ocorrências, PRF de Irati apreende cigarros e essências de narguilé de origem estrangeira

Em duas ocorrências, PRF de Irati apreende cigarros e essências de narguilé de origem estrangeira

A Policia Rodoviária Federal (PRF) de Irati, apreendeu 315 pacotes de cigarros e 462 pacotes de essência de narguilé, em duas ocorrências, na BR 277 na noite desta terça-feira (04). Nas duas situações os produtos foram identificados como de origem estrangeira.

A primeira ocorrência aconteceu em frente a Unidade Operacional de Irati, por volta das 21h, no Km 245, onde na abordagem de um ônibus Scania, foi fiscalizado o compartimento de carga do veículo, onde os policiais encontraram os cigarros de origem estrangeira.

Após verificar a numeração nos volumes e identificar os passageiros portadores da mercadoria, ambos alegaram que se conheciam e receberam os produtos de uma pessoa em Foz do Iguaçu e estavam transportando as mercadorias até Curitiba.

Cada passageiro se responsabilizou por 105 pacotes de cigarro. No decorrer das atividades policiais, foram apreendidos um total de 315 pacotes de cigarros.

Os pacotes foram encaminhados à Receita Federal e os passageiros liberados após a qualificação e informados que a documentação segue para Polícia Federal para demais providências.

A segunda ocorrência, aconteceu por volta das 23h, no Km 231, em Fernandes Pinheiro, onde a equipe da PRF realizava ronda no momento que abordou um Renault Kangoo, com placas de Curitiba que seguia no sentido Interior-Capital.

Durante a fiscalização, os policiais observaram grande quantidade de pacotes de essências de narguilé no compartimento de carga do veículo. Questionado o condutor, de 59 anos, afirmou que os produtos vinham do Paraguai. O motorista alegou ser o proprietário da mercadoria e que iria vendê-la em Curitiba. Ao todo foram contabilizados 462 pacotes de essências de narguilé e ainda 12 garrafas de whisky Red Label.

O veículo foi retido para ser encaminhado junto com a mercadoria à Receita Federal e os ocupantes liberados após qualificados e informados que a documentação segue para Polícia Federal para demais providências.

Texto: Da Redação/ Hoje Centro Sul

Fotos: Assessoria PRF

Galeria de Fotos

Classificados