facebook
20/11/2020

Eleito prefeito de Imbituva, Celso Kubaski quer reabrir o hospital da cidade

Eleito prefeito de Imbituva, Celso Kubaski quer reabrir o hospital da cidade

Em um disputa acirrada, Celso Kubaski, da coligação “Juntos Por Imbituva” – Cidadania, PSB, Podemos e PSC – foi eleito prefeito de Imbituva com 5.853 votos (32,51%). Ele venceu o oponente Vinícius Pontarolo por 142 votos. Vinicíus, da coligação “O novo para uma nova Imbituva”, formada pelos partidos PDT, PSDB, PTB e PL, recebeu 5.711 votos (31,72%) e ficou em segundo lugar.

Geraldo Rocha, da coligação “Imbituva Segue em Frente” – PSL, DEM e PSD – obteve 4.984 votos (27,68%) e Acir Morais (PP) recebeu 1.456 votos (8,09%). Também foram registrados 613 votos nulos (3,22%) e 404 votos bancos (2,13%).

O candidato vencedor conta que realizou uma campanha bem estruturada. “A campanha nossa foi muito bem planejada e organizada desde o início, até para compor a equipe, compor os vereadores. Fomos muito felizes nas coligações, trouxemos o Zaqueu Bobato [vice-prefeito eleito] que foi o vereador mais votado na eleição passada, que é líder do interior, formado,  professor da  Unicentro. Então agregou muito. Com ele, vieram dois partidos junto e nós formamos o maior grupo político de Imbituva, nessa eleição”, avaliou Kubaski.

Segundo o prefeito eleito, o grupo conta com o apoio de muitas lideranças políticas estaduais e federais, que auxiliarão no desenvolvimento de projetos para o Município. A melhoria dos serviços de saúde é uma das prioridades para Kubaski.

 “A meta principal, de imediato, é tentar reabertura do hospital São João”, define. E ele detalha como pretende atuar. “Nós vamos tentar primeiro implantar o SUS e depois fazer um centro cirúrgico e uma UTI neonatal, que é para voltar e nascer criança em Imbituva. Esse sempre foi o norte da minha campanha e que eu tenho convicção de que nós iremos realizar mesmo. É um sonho de toda a população imbituvense que voltem a ser feitos pequenos procedimentos em Imbituva, pequenas cirurgias, mas, principalmente, que voltem a nascer crianças em Imbituva”, afirmou.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Divulgação

COMENTÁRIOS