facebook
30/11/2021

Editorial - O fim de ano nas rodovias paranaenses

Editorial - O fim de ano nas rodovias paranaenses

A pandemia finalmente parece ter dado uma trégua, graças à ciência que possibilitou a vacinação massiva, e este final de ano promete ser movimentado. As reuniões familiares, as festas e viagens deverão ocorrer em proporções bem maiores. Além disso, chegam ao fim nos próximo dias os contrato das concessões das rodovias paranaenses, o pedágio – que tanto penalizou os paranaenses com obras de duplicação e terceiras-faixas não realizadas que acabaram por colaborar para que vidas fossem ceifadas, com escândalos de corrupção e com preços elevados. Sem ter que pagar pedágio, a tendência é que as pessoas viagem mais também.

Resumindo, tudo indica que o movimento nas estradas paranaenses será gigantesco nos próximos meses. E com o aumento do fluxo de veículos também aumentam as ocorrências nas vias, os veículos que apresentam problemas mecânicos, os acidentes, a necessidade de dar atendimento aos usuários. Entretanto, as equipes das concessionárias que administravam as rodovias não vão estar mais à disposição com guinchos, ambulâncias, veículos de apoio para prestar socorro. Eles fizeram isso durante mais de duas décadas e os usuários das rodovias se acostumaram com os serviços.

Agora, caberá às forças de segurança dar conta de oferecer o suporte necessário àqueles que enfrentarem algum problema.  Pelo menos temporariamente, até que novas empresas sejam licitadas para realizar os serviços. Os guinchos serão os da Polícia Militar, as ambulâncias do Corpo de Bombeiros e Samu, a sinalização dos acidentes será feita pela polícia rodoviária.

Todas as forças de segurança deverão atuar em conjunto, em sintonia. A Secretaria de Estado de Segurança Pública anunciou que haverá aumento do efetivo para dar conta dos atendimentos. A sociedade espera que isso realmente ocorra e que problemas e transtornos não sejam partes do dia a dia, dificultando ainda mais o fim de ano nas rodovias paranaenses, que já promete ser tumultuado.  

COMENTÁRIOS