facebook
06/11/2020

Editorial - Inclua o cuidado com a saúde dentre as atividades do cotidiano

Editorial - Inclua o cuidado com a saúde dentre as atividades do cotidiano

O perfeito funcionamento do corpo e da mentem garante saúde e qualidade de vida. Manter as condições físicas e psicológicas em equilíbrio nem sempre é tarefa das mais fáceis, ainda mais no dia-a-dia agitado, com excesso de tarefas, excesso de exigências, excesso de informações com o qual a maioria das pessoas tem se habituado. O nível tóxico de estresse cotidiano faz com que problemas e mais problemas se instalem no organismo provocando doenças na mente e no corpo.

 Na mente, crises de pânico, ansiedade e depressão são alguns dos transtornos ocasionados pelo desequilíbrio que os excessos podem trazer.  No corpo, a liberação exagerada de adrenalina e cortisol podem ocasionar problemas cardiovasculares como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC) em pessoas que são predispostas as doenças do coração.

A questão mais delicada em tudo isso é que o hábito de viver sob estresse constante  faz com que grande parte das pessoas sequer se dê conta dos  primeiros sinais de que a saúde não esteja de acordo – como dor de cabeça constante, baixa imunidade, dificuldades para dormir, dentre outros.

Para agravar ainda mais o quadro, muitas veze o estresse se soma no cotidiano à falta da prática de atividades físicas periódicas e à alimentação inadequada. A desculpa básica utilizada para não sair da zona de conforto de achar que “tudo está bem e sempre vai estar” é a falta de tempo. Falta tempo para o exercício físico, falta tempo para preparar alimentos saudáveis, falta tempo para desacelerar do trabalho e curtir um pouco as pequenas coisas da vida.

Como não há equilíbrio e atenção aos cuidados necessários, vêm as consequências no organismo, que começa a falhar, que obriga as pessoas a pararem, simplesmente pararem. O infarto e o AVC são algumas destas consequências, que podem ser apenas alertas ou serem realmente fatais. Eles acometem pessoas de todas as idades e sexos, independente de classe social ou profissão.

É por isso que a atenção à saúde e aos indicativos de que possa haver algum problema são fundamentais.  Da mesma forma que é fundamental a prevenção: atividades físicas, alimentação adequada e periodicamente monitorar a condição de saúde com auxílio de um médico.

COMENTÁRIOS