facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1230 - Já nas bancas!
30/04/2020

Dom Bosco de Irati utiliza tecnologia e mantém aulas em tempo real para os alunos

Dom Bosco de Irati utiliza tecnologia e mantém aulas em tempo real para os alunos

Desde que as aulas presenciais foram suspensas em todo o Paraná devido à pandemia do coronavírus, a rede Dom Bosco não parou, fez adaptações para que os alunos continuassem estudando através do uso da tecnologia.

A pedagoga do Dom Bosco de Irati, Adriana Grocholski, explica que os  professores dão as aulas como faziam antes da pandemia, e os alunos assistem às aulas em tempo real, ao vivo, através de computadores, tablets ou celulares.  “O diferencial é esta interação nas aulas ao vivo, que a criança pode trabalhar juntamente com o professor como se estivesse em uma sala de aula”, comenta.

E a rotina de trabalho dos professores também segue os horários de antes da pandemia, como relata a proprietária da escola, Helenice Navarro.  “No cronograma que foi feito pelo Dom Bosco, o professor que trabalha de manhã com o [Ensino] Fundamental II não pode dar aula o horário que ele quiser, à tarde, segue o cronograma da manhã”, diz.

Período de adaptação

Para chegar ao sistema atual, houve um período de adaptação envolvendo os alunos, os pais, os professores e a equipe pedagógica da escola. O trabalho, que teve início no dia 20 de março, foi gradativo, para que todos conhecessem e soubessem utilizar a plataforma de ensino. A rede Dom Bosco não antecipou o período de férias, continuou com as atividades diárias.

A pedagoga conta como ocorreu esta transição para o ambiente virtual de ensino em tempo real. “Na primeira semana os alunos tiveram apenas atividades enviadas para eles terem acesso à plataforma e verificarem como ia sendo a entrada de conteúdos. Na segunda semana, eles já tiveram estas atividades mais vídeos gravados dos professores – que é outro sistema. Na terceira semana, a gente fez atividades, os vídeos gravados e entravam os professores online por outra plataforma – que não tinha a interação dos alunos. Agora nesta quarta semana, a gente entrou com a plataforma nova, que já tem todos estes recursos juntos”, detalha Adriana.

Funcionamento

Com as aulas de 50 minutos, todas ao vivo pela plataforma, os alunos do Fundamental II têm sua presença registrada na hora que entram. Os professores podem fazer atividades e solicitar que os estudantes façam exercícios no período de aulas online.

Segundo a pedagoga, esta interação entre alunos e professores no momento das aulas faz toda diferença. “Os alunos podem estar trabalhando com o professor como se estivessem em uma lousa, no quadro, em sala de aula, só que é uma sala virtual. A professora pode solicitar ao aluno que ele escreva a resposta ou, por exemplo, colocar um exercício de múltiplas escolhas, o aluno seleciona e envia para a professora”, diz Adriana.

No Fundamental I as aulas são gravadas, pelo fato dos alunos serem crianças pequenas. As aulas e atividades são direcionadas para que os pais auxiliem os filhos na aprendizagem.

Com uso da tecnologia, tanto no Fundamental I como no Fundamental II não houve ruptura no processo de aprendizagem para os matriculados no Dom Bosco.  “É uma continuidade daquilo que já vinha sendo trabalhado na escola, os alunos tiveram a sequencia de conteúdos; embora a  questão do bimestre a gente está fazendo de forma diferenciada, pela questão de horas aula e não de dias letivos”, diz a pedagoga.

Agenda digital

A agenda digital é a forma de comunicação entre os pais, os alunos e a equipe pedagógica da escola. Nela estão os horários das aulas e os links para que seja possível assisti. Via agenda, os pais ainda podem ajudar os alunos a tirar dúvidas com o professor de cada matéria.

Também há a opção de atendimento presencial na escola, com horário agendado, para esclarecer dúvidas. “Os pais falam direto na área em que o filho está com dificuldade. Se for um caso que não conseguiu acesso, a gente está com atendimento individualizado aqui, que venha na escola e a gente soluciona”, explica Helenice. 

Novos alunos podem

Segundo Helenice Navarro, novos alunos podem ser matriculados na escola e seguir o método de ensino oferecido. Podem ser transferidos para o Dom Bosco estudantes vindos de outras instituições públicas ou privadas de ensino, matriculados no Fundamental I e no Fundamental II.

“Como a nossa escola é particular, é ligada ao Estado, eu inclusive liguei para o Núcleo de Educação, e tive todo o respaldo, porque tem pais que querem fazer a transferência”, conta Helenice.

Os pais que tiverem interesse em conhecer o método podem agendar um horário para serem recebidos pelos professores e equipe pedagógica da escola.

Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos

Classificados