facebook
05/07/2021

Departamento de Psicologia da Unicentro desenvolve de projeto para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis entre adolescentes e jovens

Departamento de Psicologia da Unicentro desenvolve de projeto para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis entre adolescentes e jovens

O Departamento de Psicologia (DEPSI) da Unicentro está desenvolvendo o projeto “A prevenção às IST/HIV não pode parar: sexualidade em tempos de pandemia”, que integra o projeto “Protagonismo Juvenil”, organizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA). Um dos objetivos é prevenir a transmissão de infecções sexualmente transmissíveis (IST) entre adolescentes e jovens de 14 a 29 anos. Estes serão preparados para multiplicarem informações e estratégias de enfrentamento às ISTs, ao HIV e à AIDS.

“A especificidade do público se justifica pelo aumento, nos últimos anos, do risco dessa faixa etária de contrair essas infecções. Porém, com a pandemia da Covid-19, as ações de prevenção das ISTs/HIV/AIDS acabaram saindo do foco, já que os esforços de combate à pandemia têm exigido demais do Sistema de Saúde”, dizem, em nota, os estagiários do 5º ano do curso de Psicologia.

A iniciativa está vinculada ao estágio profissionalizante do curso e conta com a parceria da 4ª Regional de Saúde. Participam do projeto as estudantes, Mônica Karpinski e Ellis Dupsk, além de outros acadêmicos de Psicologia, que atuam sob a supervisão do professor Gustavo Zambenedetti.

A principal ação será a distribuição de autotestes de HIV no município, especialmente para as populações-chaves, que se encontram em situação de vulnerabilidade por aspectos sociais (como estigma ou preconceito), estruturais (menor acesso ou adequação dos serviços de saúde às suas necessidades) e individuais, o que pode resultar em uma maior exposição ao HIV e outras doenças. Nestes grupos, estão inclusos gays, pessoas transexuais, trabalhadores (as) do sexo, dependentes químicos e detentos, bem como seus parceiros sexuais.

Como é feito o exame?

O autoteste, disponibilizado pelo SUS, é feito de forma gratuita e visa detectar a infecção ou não pelo HIV. O exame pode ser feito pela própria pessoa e no local em que ela preferir. O resultado sai em até 20 minutos. Mais informações podem ser obtidas na página do projeto no Instagram, @protagonismo.irati.

Texto/foto: Assessoria PMI

COMENTÁRIOS