facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1223 - Já nas bancas!
30/04/2020

Dia do trabalho traz a tona discussões sobre realização profissional e sucesso

Dia do trabalho traz a tona discussões sobre realização profissional e sucesso

O Dia do Trabalhador, 1º de maio, é nesta sexta-feira. Pela primeira vez em muitos anos a data será comemorada sem grandes festas devido ao isolamento social necessário para evitar a disseminação do coronavírus.  Isolamento que também tem alterado a rotina em diversas profissões e feito com que muitos tenham tempo para refletir sobre o trabalho. Inclusive para  perceberem que significativas mudanças no mundo do trabalho estão em curso há muito mais tempo. “Estamos na era da reinvenção e da transformação. O momento nos convida a sair da zona de conforto, desapegar daquilo que já não faz mais sentido, mudar a forma de pensar e agir, adaptar as novidades e mudanças que a vida está nos oferecendo e usar a criatividade”, afirma Tathiane Deândhela, palestrante e especialista em produtividade, marketing, negociação e liderança com formação em universidades como FGV, Harvard, Atlanta e Ohio.

Em Irati, vários trabalhadores dão exemplo de que é possível conciliar atividades distintas e dedicar tempo para fazer o que lhes satisfaz. Jaqueline Martins Pires e Jhonatan Taborda Leal são dois destes trabalhadores.

Jaqueline é formada em Administração, pós-graduada em Gestão de pessoas e trabalha há dez anos em uma fábrica de fósforos de Irati, no setor de Recursos Humanos. Ela concilia o dia a dia na empresa aos trabalhos de consultoria em marketing digital e estética. “Sempre fui uma pessoa inquieta e gostaria de explorar todas as minhas potencialidades. Iniciei com 16 anos na empresa que até hoje atuo, passei por diversos setores, mas foi com a área de RH que mais me identifiquei. Já a maquiagem, sempre fez parte da minha vida, algo que faz bem e me deixa extremamente feliz. Com ela, veio o trabalho na internet com o qual tenho a oportunidade de ganhar mais visibilidade e apresentar o meu trabalho como maquiadora. Tudo ocorreu de uma maneira muito natural, se observarmos bem de perto, enxergamos um elo entre todas as áreas: que é a comunicação”, diz.

Desenvolver todos esses trabalhos exige tempo e uma rotina regrada, questões que não incomodam Jaqueline. “Sinto-me realizada por ter a oportunidade de trabalhar com tudo que mais gosto. Este é meu ponto chave. Para mim, o trabalho deve ser um prazer e é preciso identificar aquilo que mais te satisfaz e te motiva a trabalhar todos os dias”, diz.

Jhonatan é formado em Direto, pós-graduado em Direito Registral e imobiliário, Direito Constitucional e Beer Sommelier. Ele divide o seu tempo entre as atividades no Cartório Leal, e a gestão do Pub Anthology.  

“Quanto ao Cartório, sabemos que, desde sempre, exige um grande comprometimento ao trabalho prestado, pois se baseia em uma parte cultural e se trata de algo com muita complexibilidade, o qual sempre procurei levar de forma dinâmica. A Loja Anthology veio através de um sonho, e também, pelo gosto do mundo de cervejas. Desde sempre buscando levar o melhor para cada cliente nesse vasto campo, que é a cerveja artesanal”, conta.

Na opinião dele, mesmo sendo áreas de trabalho distintas, ambas tem em comum o fato de exigirem “comprometimento com a qualidade em seus serviços”.

No ambiente formal do Cartório, Jhonatan conta que busca dinamicidade na prestação dos  serviços, segundo ele, “para não se tornar maçante o tempo todo”. Na empresa que comercializa cervejas artesanais, em que a maioria das pessoas julgaria extremamente informal, ele destaca que existe sim certa formalidade. “Pois o cliente não está ali apenas para ‘tomar sua cerveja’. Por muitas vezes vai para apreciar, pois, temos uma variedade de cervejas gigantescas, ou sozinho(a) ou com um grupo de amigos(as), sempre prezamos pelo ‘beba menos e beba melhor’ e eu, com a função de sommelier tenho a obrigação de prezar pela qualidade”, afirma.

 

Motivação e trabalho

Entender o que leva à reinvenção, à busca por uma nova atividade, um trabalho diferente, é um dos aspectos interessantes a ser refletido neste Dia do Trabalhador. 

“Diria que o que me motiva a desenvolver todas estas atividades é o prazer que sinto em cada uma delas: A alegria em fazer parte de uma empresa bem conceituada e poder atuar ativamente nela. A paixão em poder me expressar artisticamente através da maquiagem e receber o carinho das clientes. E a satisfação em poder me comunicar na internet e assim auxiliar as pessoas a fazerem escolhas conscientes ao adquirir produtos, além de colaborar para o desenvolvimento das empresas em que o marketing digital é aplicado”, conta Jaqueline.

Acreditar em si mesmo e nos potenciais que possui é a dica de Jhonatan para quem quer se reinventar profissionalmente. “Se o ser humano não acreditar nele mesmo, os outros não vão acreditar. Temos que nos convencer que somos donos de nós mesmos. Se nós recebemos um carro na vida, devemos dirigi-lo, e não sentar como passageiro”, diz.

Buscar sempre aprender e ter atitudes empáticas são outras dicas do empresário.  “Acreditar que nós podemos e nunca perder a humildade, ter sempre consideração pelas outras pessoas, procurar sempre aprender, buscar aprender. Tenha sempre determinação e vontade de fazer. Uma coisa que aprendi, é nunca sair de casa pensando que hoje eu vou errar, sempre saio de casa com a intenção de acertar”, afirma Jhonatan.

Seriedade, perseverança e sucesso

Na indústria em que atua, Jaqueline conta que o fato de ser jovem e ocupar o cargo de recrutadora de pessoas chama a atenção.  “Às vezes percebo a estranheza que algumas pessoas expressam quando chegam para ser entrevistadas e percebem que sou jovem. Porém, tento transmitir segurança e confiança para que compreendam que tenho a capacidade necessária. Até hoje, foram poucas às vezes em que as pessoas foram incisivas neste sentido”, relata.

Jhonatan desconversa quando questionado se já enfrentou algum preconceito por comandar um Cartório e um  Pub. Entretanto, ele diz que se considera uma pessoa que se adapta com facilidade a diferentes contextos. E defende sua opinião sobre sucesso.  “O sucesso, não é fruto de talento inato, é fruto de garra, é muito determinado pela perseverança, que é a capacidade que a pessoa tem de apanhar, cair, levantar, aprender com essa queda e tentar de novo de uma forma melhor. Por esses fatos, sempre devemos buscar entender o que estamos fazendo, para assim, fazer o melhor”, comenta.

Jaqueline complementa, destacando a capacidade de adaptação que todo ser humano  possui. “Acredito que todos são capazes de se adaptar a diferentes realidades, basta identificar aquilo que te inspira e te cativa para estar ali. Se desafiar e acreditar que é capaz de desenvolver-se e sair da zona de conforto”, diz.

As mudanças de comportamento, de visão do negócio e do próprio potencial são um caminho sem volta segundo Tathiane Deândhela. “Quem experimenta essa liberdade de poder se transformar, de aceitar ideias novas e apostar em soluções fora do convencional, não consegue mais voltar ao que era antes e isso é ótimo!”.

Texto: Letícia Torres/Hoje Centro Sul

Fotos: Divulgação

Classificados