facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1223 - Já nas bancas!
27/04/2020

Inscrições para Iniciação Científica e Tecnológica seguem abertas

Inscrições para Iniciação Científica e Tecnológica seguem abertas

As inscrições para os Programas de Iniciação Científica e Tecnológica da Unicentro seguem abertas até o dia 18 de maio. Todo o processo de inscrição é online. Os projetos de pesquisa serão desenvolvidos, como explica o diretor da Pesquisa da Unicentro, professor Luciano Farinha, entre primeiro de agosto desse ano e 31 de julho de 2021. “É um programa de nível nacional com modalidades com bolsa e modalidades voluntárias. É um programa de um ano, onde o aluno tem a possibilidade de desenvolver um plano de atividades, não digo um projeto, um plano de atividades dentro de uma pesquisa, dentro desse período de um ano, com o acompanhamento e orientação de um professor”, detalha.

Caroline Hosel Miranda, estudante do terceiro ano de Arte, por exemplo, participa do Programa de Iniciação Científica como bolsista. Sua pesquisa teve início em agosto do ano passado e já está na fase final. Para ela, a IC, além de agregar conhecimento, é uma forma de permanência na universidade, porque com a bolsa consegue pagar as contas sem precisar trabalhar. “A bolsa me auxilia bastante, acaba sendo uma força bem interessante”, avalia.

As bolsas dos programas de IC e de IT são financiadas pelo CNPq, que é o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, pela Fundação Araucária, que é o órgão paranaense de fomento à pesquisa, e pela própria Unicentro. Os estudantes também podem realizar as pesquisas como voluntários. Para quem quer desenvolver pesquisas a partir de primeiro de agosto, o primeiro passo é procurar um professor que possa orientar o trabalho.

Docente do Departamento de Ciências Econômicas, Zoraide da Fonseca Costa, ano a ano, participa do Programa de Iniciação Científica. Para ela, o trabalho do orientador começa agora, auxiliando os alunos na definição do tema e no direcionamento do plano de trabalho. “O papel do orientador é direcionar o aluno naquela questão, porque às vezes o aluno que abranger uma série de coisas, ele quer abraçar um objetivo geral que, às vezes, é impossível de fazer. Então, o orientador ele tem que dar essa direção”.

Também orientadora, a professora Daiane Stoeberl da Cunha, do Departamento de Arte, defende que as iniciações científica e tecnológica abrem muitos horizontes para os estudantes. “Ele precisa publicar, tornar público, participar de um congresso, de um evento, ter um artigo, um resumo publicado. Isso é muito importante para a trajetória daqueles que querem continuar desenvolvendo pesquisa, para fazer um mestrado, por exemplo”, diz Daiane.

Aluna do segundo ano de Jornalismo, Luana Martins tem interesse em fazer um mestrado e seguir na carreira acadêmica. Por isso, ela já procurou um orientador para fazer sua primeira iniciação científica na área de fotografia. “Como é uma área que eu me interesso bastante, eu fui atrás do orientador no finalzinho do ano passado já. Agora a gente já está começando a desenvolver o projeto”.

As inscrições para os programas de iniciação científica e tecnológica são realizadas pelos orientadores, que indicam os orientandos. Todo o processo é realizado online no Sistema de Gestão Universitária (SGU). Os professores interessados em participar dessa edição dos programas de IC e de IT têm até o dia 18 de maio para fazer o registro. O edital pode ser conferido na página da Pró-Reitoria de Pesquisa, no site da Unicentro.

Texto/Foto: Assessoria Unicentro

Classificados