facebook
05/10/2021

Centro de Irati será revitalizado com investimento de R$ 3 milhões do Governo do Estado

O convênio que garante os recursos foi assinado nesta semana, em Irati, pelo secretário de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega, pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, e pelo deputado Artagão Júnior

Centro de Irati será revitalizado com investimento de R$ 3 milhões do Governo do Estado

Por meio de uma parceria entre o Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDU), e a Prefeitura de Irati foi assinado o convênio autorizando a destinação de R$ 3 milhões para a revitalização do Centro de Irati, na última terça-feira (28). Segundo o prefeito de Irati, Jorge Derbli, o projeto deverá ser licitado ainda neste ano, com a ordem de serviço a partir de janeiro de 2022, pois será necessário esperar passar o período de Natal para que as obras não prejudiquem o comércio local.

João Carlos Ortega, secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, conta que os recursos para as obras são a fundo perdido. “Viemos anunciar essa revitalização, é uma obra moderna, inovadora, vai ter um calçadão, alargamento das ruas, acessibilidade, sinalização e será muito importante para o município. Isso tudo com recurso a fundo perdido, que o município não precisa devolver”, explica.

O primeiro passo do projeto, segundo Derbli, será resolver o problema com as enchentes, e, posteriormente, revitalizar as calçadas e ruas, instalar bancos novos, iluminação, pontos de internet grátis, pequenas praças ao longo da área central e outras melhorias para facilitar o dia a dia dos iratienses. As equipe da Secretaria Municipal de Planejamento está trabalhando na elaboração do projeto de engenharia para assegurar a parte estrutural das obras e a Associação Comercial  e Empresarial de Irati (Aciai) propôs a parte arquitetônica – o novo design do mobiliário urbano, através de proposta elaborada por Silton Dietrich.  

“A obra deve passar dos R$ 3 milhões, mas a prefeitura dará uma contrapartida e o visual urbano de Irati terá uma nova cara. Isso vai fomentar muito, porque vai ficar mais confortável para visitar, andar, passear e fazer as compras no comércio, o que gera renda e emprego. Embelezando a cidade trazemos o turista e os clientes que vêm de outras cidades, que vão se sentir muito bem aqui”, comenta o prefeito.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Irati (Aciai), Elias Mansur, afirma que a área central de Irati precisa dessa organização. “Somos hoje um polo regional, somos 10 municípios e tudo converge para Irati, então a cidade precisa se tornar mais bonita e o empresariado vai aplaudir com certeza, porque as lojas terão novas expectativas de venda, vão modernizar suas fachadas e vai criar uma cultura diferente baseada nesse projeto novo”, frisou Mansur.

O deputado estadual Artagão Junior participou da reivindicação dos recursos e destacou que todo o processo para a assinatura do convênio, que teve o apoio do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) Ademar Traiano,  desencadeou-se com celeridade e beneficiará toda a região. “O processo de reivindicação, liberação e assinatura do convênio foi muito rápido, a perspectiva como anunciou o prefeito é de que no começo do ano que vem a obra será iniciada, até mesmo para não atrapalhar o movimento do Natal”, disse Artagão. Ele comemora os investimentos, por acreditar que se trata de uma obra importante e diferente, que atende Irati e região.  “Assinamos o convênio aqui e é gratificante a sensação de dever cumprido porque esse é o nosso papel, essa é a nossa obrigação”, destaca o deputado.

Também esteve em Irati para a assinatura do convênio o presidente da ALEP Ademar Traiano, que ressaltou o fato de Irati ser uma cidade histórica e respeitada no Paraná, o que o motivou a auxiliar na destinação de recursos para o projeto que implicará na valorizar o comércio do município. “Irati é uma cidade histórica, tem uma idade a ser considerada, tem tradição, é respeitada no Estado e nada melhor que dar uma motivação e acender a chama da esperança nas pessoas, propiciar melhorias no centro da cidade ao empresário que acreditou no município. Todas as pessoas do interior e dos bairros vão para o centro, por isso vai ser muito importante”, pontuou Traiano.

Problema das enchentes

O prefeito de Irati explicou que a ideia para resolver o problema com as enchentes é fazer uma canalização para ligar o rio que passa pela rua Munhoz da Rocha com o canal hídrico.  “Vamos ligar com o canal hídrico que fizemos para esgotar a água até o Rio das Antas. E, na segunda fase, queremos transformar a Munhoz da Rocha em um calçadão, mas vai continuar passando os veículos”, disse Derbli.

A Aciai apoia a proposição do Município de dar prioridade para a resolução do problema das enchentes para depois melhorar a aparência da cidade. “Foi falado com o prefeito, antes de fazer qualquer coisa, para resolver esse problema das enchentes, porque a Munhoz da Rocha continua com esse problema. Deu para ver nessa última grande chuva que tivemos, tem um rio que passa embaixo da 4ª Regional e isso tem que ser resolvido. Não dá para embelezar sem resolver o problema da água, por isso o prefeito prometeu que vai resolver primeiro essa parte e em seguida faz a parte de embelezamento do centro”, disse o presidente da Aciai.

Complexo Cidade do Idoso de Irati

Na próxima semana deverá ser assinado, junto à SEDU, o convênio de aproximadamente R$ 9 milhões para o Complexo Cidade do Idoso de Irati, que será criado no espaço do Centro de Tradições Willy Laars.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas acredita que o projeto será referência para o Estado. “Este é um projeto muito grande que vai ser um projeto modelo para o Estado do Paraná”, disse Ortega.

O deputado Artagão Júnior concorda. “Temos a Cidade do Idoso e o Condomínio do Idoso [casas adaptadas para idosos morarem] que certamente serão uma referência implantada em Irati para todo o Paraná. A Cidade do Idoso perto do CTG, do nosso centro de convenções, onde teremos piscina aquecida, espaço para desenvolvimento de atividades culturais e certamente isso vai atender os idosos nesse espaço de convivência que eles tanto precisam”, pontuou o parlamentar.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul e Divulgação

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS