facebook
29/06/2021

Assistência às pessoas idosas

Assistência às pessoas idosas

Idoso é toda pessoa acima de 60 anos. De acordo com a projeção da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE, em 2020 o número estimado de idosos no Brasil é de aproximadamente 29,9 milhões de pessoas.

É um público crescente, pois ano a ano o país está envelhecendo. São pessoas que envelhecem de formas diferentes de acordo com a qualidade de vida que tiveram, com os cuidados com a saúde, com as características genéticas, com os aspectos psicológicos e diversos outros fatores que interferem ao longo da vida. Uns, aos sessenta anos, estão no auge da capacidade produtiva, do desenvolvimento intelectual, da independência financeira.  Outros já dão sinais de estarem mais debilitados e têm ampliado as demandas por serviços de saúde e por cuidados especiais, quando já começam a serem considerados idosos.

Apesar das distinções no processo de envelhecimento, seja aos sessenta, setenta, oitenta ou noventa anos, todos precisarão de um aparato a mais de atenção especializada para continuarem a ter qualidade de vida. Em Irati e no Paraná, felizmente, o poder público tem demonstrado estar atendo às novas necessidades que estão surgindo com o envelhecimento da população.

No Estado, os Condomínios do Idoso estão em construção em vários municípios, dois deles na região Centro Sul – Irati e Prudentópolis. Nestes condomínios, casas adaptadas, lazer e assistência estão previstos para esta população.  Em Irati, além do Condomínio, está sendo criado o Complexo Cidade do Idoso, um espaço para abrigar, oferecer atividades culturais e intelectuais, serviços de saúde e assistência durante o período diurno aos idosos cujas famílias não tem condições de cuidar.

São avanços significativos na assistência à população idosa, que precisa de atenção especial para viver com dignidade e plenitude o envelhecimento, uma condição ainda pouco discutida, pela dificuldade de aceitar as necessidades especiais que surgem e a aproximação do fim da vida.

Texto: Letícia Torres 

COMENTÁRIOS