facebook
09/09/2021

Aliar ciclismo e culinária italiana é a proposta do Bike Point Pasta Dei Nonni

Trata-se de um rota para pedalar, seguindo de Irati até a comunidade rural Pinho de Baixo, que poderá ser uma das 80 ciclorrotas do Estado, no programa Pedala Paraná

Aliar ciclismo e culinária italiana é a proposta do Bike Point Pasta Dei Nonni

Pedalar por belas paisagens rurais e ser recepcionado com um café colonial italiano. Esta é a proposta do Bike Point Pasta Dei Nonni, lançado recentemente na localidade rural Pinho de Baixo, em Irati, que poderá ser incluída no programa do Governo do Estado “Pedala Paraná”.

Izabel Soares de Andrade Jorge é uma das pessoas que já vivenciou a experiência e pretende voltar. “Foi muito bom. Fomos bem acolhidos e a comida é maravilhosa. Produtos caseiros e preparados com carinho, isso é muito perceptível. Foi tão bom que já estamos agendando um retorno, inclusive levando outros companheiros de bike para conhecer o local”, relata a ciclista.

Dividir com os visitantes as belezas dos caminhos rurais do Pinho de Baixo e as delícias da culinária italiana é a proposta de Maria Gabrielli Zanlorensi e Pedro Henrique Wasilewski. Inspirados pelo patriarca da família e líder da cultura italiana na comunidade, Antoninho Zanlorensi  “in memoriam”, os jovens decidiram investir no turismo e fazer bom uso da história e da cultura que possuem. “Estamos fomentando o turismo, a cultura e o crescimento da nossa querida Irati, o Bike Point Pasta Dei Nonni é pioneiro, fazemos parte do Cadastur e estamos preparados para receber os turistas com agendamento prévio”, comenta Wasilewski.

O café colonial italiano está disponível nos finais de semana e os grupos de ciclistas podem entrar em contato e escolher o horário em que será servido, explica Maria Gabrielli. “Nosso café acontece aos sábados e domingos e o cardápio embora não seja fixo é voltado para a culinária italiana do Pinho de Baixo e todos os produtos são produzidos pela nossa família com muito carinho”, relata. Segundo ela, nos queijos, cuques, torta italiana, bolos, pães, pães de queijo, bolachas e doces há sempre um toque da nonna italiana, dona Carmen Zanlorensi. Também são oferecidos vinhos coloniais, sucos de uva natural e frutas produzidas na propriedade, sem agrotóxicos.

Membros do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) de Irati participaram do lançamento do projeto. “Queremos ouvir a comunidade do Pinho, eles têm um potencial gigante, com diversos segmentos de natureza, cultura e artesanato, gastronomia, aventura e rural. Nós do Comtur estamos disponíveis para auxiliar nas articulações de cursos, de oportunidades, nas discussões sobre os produtos e serviços que podem ser ofertados lá”, comenta a presidente do Comtur de Irati, Vanessa Alberton.

O Comtur de Irati também é parceiro da Agência de Desenvolvimento das Regiões Centro Sul do Estado do Paraná (Adecsul) no desenvolvimento turístico de Irati e região, com o turismo religioso, no qual o Pinho de Baixo também tem forte potencial.

Futuro

Os responsáveis pelo projeto Bike Point Pasta Dei Nonni divulgam que há propostas futuras para aumentar as atividades turísticas no Pinho de Baixo. “Queremos proporcionar uma experiência maravilhosa aos turistas, em um futuro próximo estaremos realizando almoços culturais com a nossa macarronada, o ‘spaghetti italiano Pasta Dei Nonni’, a clássica polenta com galinha caipira, galeto, churrasco no espeto”, comenta Wasilewski.

Outros atrativos turísticos também deverão ser trabalhados na propriedade da família Zanlorensi, como a possibilidade de acampamento e trilhas em meio à natureza. Parte da infraestrutura já existente deverá ser aproveitada para a recepção aos visitantes. “Temos dois espaços: um galpão bem preparado, espaçoso, com banheiros e chuveiros que o turista poderá utilizar, e um espaço ao ar livre com vista para as araucárias e o parreiral histórico plantado e cultivado por décadas pelo saudoso Nonno Antoninho Zanlorensi”, ressalta Wasilewski.

Pedala Paraná

Irati entrou com um protocolo para fazer parte das 80 ciclorrotas do estado que estão em fase inicial de criação, no projeto Pedala Paraná. A ideia é que a ciclorrota do Pinho de Baixo tenha o trajeto saindo de Irati, passando pela BR-277, pinho de Baixo e Pinho de Cima, Caratuva I e II, São Miguel e retornando.

Contatos

Os interessados em conhecer o Bike Point Pasta Dei Nonni podem entrar em contato pelo WhatsApp (42) 3423-1491 e agendar o café colonial. O contato também pode ser feito através das redes sociais da Pasta Dei Nonni. Instagram (@pastadeinonni).  Facebook (facebook.com/pastadeinonni).

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Bike Point Pasta Dei Nonni

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS