facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1223 - Já nas bancas!
18/03/2020

Editorial - Cabe a cada um fazer a sua parte

Editorial - Cabe a cada um fazer a sua parte

Na última semana, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que a situação relativa ao Covid-19, popularmente conhecido como coronavírus,  é de pandemia. O que isso significa? É quando uma doença infecciosa ameaça muitas pessoas de forma simultânea no mundo inteiro. As pandemias acontecem, em geral, quando há um vírus novo capaz de infectar seres humanos com facilidade e de ser transmitido de uma pessoa a outra de forma eficiente e continuada. A decisão da OMS foi tomada depois que o número de casos fora da China aumentou 13 vezes e a quantidade de países afetados triplicou. No dia em que foi declarada a pandemia eram 118 mil infecções em 114 nações e 4.291 mortes provadas pela doença no mundo todo. Entretanto os números que crescem todos os dias.

Esta semana começou no Paraná com a assinatura de um decreto estadual na segunda-feira (16) com medidas para prevenir e atenuar a disseminação da doença, diminuindo a circulação de pessoas e evitando aglomerações. Para isso, as aulas serão paralisadas na rede estadual por tempo indeterminado, os servidores com mais de 60 anos poderão trabalhar em casa, ficam suspensos os eventos públicos com reunião de mais de 50 pessoas, dentre outras medidas.

Em Irati e outros municípios da região Centro Sul medidas similares estão sendo adotadas para minimizar a transmissão do coronavírus entre as pessoas. A diferença é que em Irati, por exemplo, as aulas foram paralisadas por tempo determinado, por um mês. Depois será feita nova análise da situação.

Outras notícias que chegaram na segunda-feira (16) e na terça-feira (17), respectivamente, foram o primeiro caso suspeito registrado em Irati e a primeira morte devido ao coronavírus confirmada no Brasil, que ocorreu em São Paulo.

Diante disso, que atitude tomar? É o que muitos se perguntam. Alguns parecem indiferentes à gravidade da situação. Outros já se desesperam e ficam alarmados. Nenhum destes extremos é bom para a saúde pública. É preciso ter informação. E informação de fontes confiáveis. Saber que a doença já chegou e poderá afetar amigos, parentes, conhecidos ou nós mesmos. Saber também que seguindo as orientações quanto à higiene, isolamento e precaução, a pandemia pode ter consequências bem menores. Cabe a cada um fazer a sua parte.     

Classificados