facebook
24/08/2021

4ª Regional de Saúde implanta linha de cuidados para pacientes com sobrepeso/obesidade

4ª Regional de Saúde implanta linha de cuidados para pacientes com sobrepeso/obesidade

A 4ª Regional de Saúde de Irati é a primeira regional do Estado a implantar a linha de cuidados para pacientes com sobrepeso/obesidade, seguindo a resolução nº 225, de 2020, da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), que traz a necessidade de ações para o acesso e regularização do fluxo de tratamento de indivíduos com obesidade.

Foi formado um grupo técnico regional para atuar nesta linha de cuidados, composto por representantes de cada município, com profissionais da atenção primária, epidemiologia, regulação e auditoria. “Temos gestor, médico, coordenador da atenção primária, enfermeiro, educador físico, farmacêutico, assistente social, nutricionista e fisioterapeuta”, explica Jociane Souza, técnica de Enfermagem da atenção primária da 4ª Regional de Saúde.

O objetivo dessa organização é que cada cidade conheça a população que faz parte do grupo de sobrepeso/obesidade para garantir o cuidado integral a estas pessoas, prevenindo o desenvolvimento de doenças crônicas.

“Nós não temos implantada uma linha estadual de cuidado com sobrepeso/obesidade, existem apenas ações para implantação. Por isso, a Regional de Irati achou importante criar esse grupo técnico que está iniciando agora. Até o momento fizemos duas reuniões para discutir sobre como implantar esta ação nos municípios”, informa Caroline Geanna da Silva, fisioterapeuta da 4ª Regional de Saúde.

Em uma reunião com representantes do setor de saúde dos municípios foi informado sobre o crescimento do número de pessoas com sobrepeso e obesidade e as consequências em relação às comorbidades, principalmente na pandemia de Covid-19.

A linha de cuidados para pacientes com sobrepeso/obesidade prevê um acompanhamento em longo prazo com o paciente, começando com a atenção primária à saúde. Desta forma, espera-se a redução das consequências da obesidade como a hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, doença coronariana, osteoartrite, anormalidades lipídicas, doença da vesícula biliar e alguns tipos de câncer. “Cada indivíduo pode esculpir com suas atitudes o seu próprio corpo, porém, gestores e profissionais da saúde podem ser instrumentos ou proporcionar ferramentas para ajudar o cidadão”, explica a fisioterapeuta.

Outra meta do trabalho é evitar as cirurgias bariátricas, antes da tentativa de ações alternativas para combater a obesidade. Nos nove municípios da 4ª Regional de Saúde há 51 pessoas em lista de espera para cirurgias.

“O tratamento cirúrgico só é indicado em alguns casos, antes de chegar a ele, o paciente passará por dois anos de tratamentos alternativos, somente com avaliação criteriosa depois desse tempo que poderá fazer a cirurgia se necessário. Tínhamos vários processos de pacientes da regional que solicitaram a cirurgia e estes processos foram devolvidos aos municípios”, frisou Caroline.

Em Fernandes Pinheiro

Todos os municípios da 4ª Regional de Saúde deverão organizar equipes para atender os pacientes com sobrepeso ou obesos. Em Fernandes Pinheiro isso já foi feito e a equipe conta com assistente social, educadora física, enfermeira, médico, nutricionista e psicóloga.

 “Juntos irão desenvolver atividades, nas Unidades de Saúde, com os pacientes sobrepesos e obesos, para uma maior efetividade no tratamento, melhoras nas condições da saúde, mudanças de comportamentos para hábitos saudáveis e controle de comorbidades associadas”, explica Emanuelle De Matos,  secretária de Saúde de Fernandes Pinheiro.

A secretária também informa que haverá capacitação dos profissionais da área da Saúde para  atendimentos e orientações aos pacientes que se encontram na fila de espera para a cirurgia bariátrica e para os que já fizeram a cirurgia. Também  atendimento aos pacientes obesos por ordem de classificação de Índice de Massa Corporal (IMC). “Conforme for avançando a vacinação e diminuam os casos de Covid-19, mais ações serão desenvolvidas na Academia da Saúde para todas as faixas etárias”, anuncia Emanuelle.

Texto: Cibele Bilovus

Fotos: Pixabay e Divulgação

 

Galeria de Fotos

COMENTÁRIOS