facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1204 - Já nas bancas!
18/03/2020

Paraná proíbe entrada de ônibus vindos de estados com transmissão comunitárias do coronavírus

Paraná proíbe entrada de ônibus vindos de estados com transmissão comunitárias do coronavírus

 

 

O governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior fez um pronunciamento na tarde desta quarta-feira (18), para anunciar as novas medidas que o Estado adota para evitar a propagação do coronavírus no Paraná.

Foi proibindo que ônibus vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal entrem no Paraná. Isso porque estes estados já têm casos de transmissão comunitária do coronavírus, que o Paraná não possui.

Ratinho Júnior também informou que solicitou à Infraero que seja feito o cancelamento dos voos vindos desses estados ao Paraná, ou seja, pediu a proibição do pouso de aviões que retornam de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal nos aeroportos paranaenses. 

Outra nova medida adotada, segundo o governador, é o trabalho de monitoramento nas fronteiras do Paraná com São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

E ao Governo Federal, foi solicitado o fechamento das fronteiras do Paraná com a Argentina e o Paraguai.

Exames

Ao lado do governador Ratinho Júnior, o secretário de Saúde Beto Preto anunciou que amanhã (19) será apresentado um decreto que validará exames de coronavírus  feitos em laboratórios credenciados do Paraná. Também serão divulgados os nomes destes laboratórios.  Com isso, o Laboratório Central do Estado (Lacen) deixará de ser o único a fazer os exames oficiais.

Também informou que serão realizados exames em pacientes internados nos hospitais paranaenses com síndromes respiratórias graves. E que serão realizados exames aleatórios em alguns pacientes de municípios que tenham casos confirmados de coronavírus, através da Vigilância Sentinela.

Número de casos

Nesta quarta-feira (18), o número de casos confirmados de coronavírus no Paraná subiu para 14, ou seja, há dois novos casos confirmados, um em Maringá e outro em Foz do Iguaçu – ambos de pessoas que estiveram em países do exterior.

Informações diárias

O governador Ratinho Júnior ainda disse que diariamente serão tomadas novas medidas, de acordo com a necessidade identificada. Ressaltou que cada estado tem uma realidade diferente e que o Paraná não precisa fazer o mesmo que outros estados. “Nós estamos conseguindo fazer com que esta epidemia chegue de uma maneira mais branda, ou mais demorada”, destacou.

Amanhã (19), segundo o governador  deverão ser divulgadas medidas referentes a um  pacote econômico de apoio às micro e pequenas empresas do Paraná.

 

Da Redação/Hoje Centro Sul

 

Classificados