facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1197 - Já nas bancas!
14/02/2020

Escorpiões são localizados em mais bairros de Irati

Alto da Glória continua sendo o local com mais notificações, mas Engenheiro Gutierrez, Canisianas e centro entram para lista de bairros com escorpiões capturados.

Escorpiões são localizados em mais bairros de Irati

Neste ano, novos casos de escorpião foram notificados à Secretaria de Saúde de Irati nos bairros Engenheiro Gutierrez, Canisianas e centro, próximo à rua 19 de Dezembro. Os casos são isolados em cada bairro.

Os motivos ainda não estão confirmados, mas as equipes de saúde desconfiam que os escorpiões possam ter sido levados junto com entulhos, que são transportados pelo município. “Nós pensamos que um dos motivos é que na hora de juntar entulho, às vezes pode ser levado pela caçamba. Pode ser que não seja bem limpa. Ainda não sabemos, isso é só uma dedução que estamos procurando investigar porque está se alojando em outros lugares”, disse Denise Aparecida Peleke, coordenadora de Combate de Endemias da Secretaria de Saúde.

Os escorpiões costumam se alojar em locais com entulhos e madeiras. “[Se esconde] em frestas, madeiras, tijolo, ralo, também encontramos em uma fossa séptica que não é bem fechado. Ele gosta de lugar escuro, porque tem hábitos noturnos. De dia, ele fica escondido e à noite, ele sai para se alimentar”, conta Ronaldo de Camargo, agente de Combate de Endemias.

Intensificação

Com o aparecimento de notificações em novos locais, a vigilância será intensificada. Uma equipe está sendo treinada para percorrer as residências do bairro Alto da Lagoa com o objetivo de tentar capturar escorpiões.

O trabalho deverá começar no fim do mês, já que precisa ser feito durante o verão e em um dia ensolarado. A equipe também usará um equipamento especial para se proteger, já que a captura precisa ser feita de forma cuidadosa. “Nossa preocupação é que se alastre”, disse Denise.

Junto a este trabalho, também será feita uma orientação à população sobre os cuidados com o escorpião.

Mesmo sem a certeza que esta é a causa, outro trabalho que também será feito é o de conversar com empresas que recolhem entulhos para ajudarem na prevenção. “Estamos procurando conversar com o disque-entulho para dar uma averiguada se na hora de juntar o entulho, dá uma olhada lá, uma limpadinha. Até mesmo para não espalhar”, relata Denise.

Um trabalho que já está em andamento é em relação à notificação e multa de proprietários com terrenos baldios.

As denúncias são recebidas pela Ouvidoria Municipal e repassadas para a Secretaria de Saúde, que notifica e em seguida repassa para a Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente, que ficará a cargo de fiscalizar e multar os proprietários. “Terrenos que estão largados, nós procuramos saber quem é e agora vai ser notificado e multado, não tem o que fazer. É a segurança de quem limpa o próprio pátio. Não adianta limpar o teu e eu deixar o meu terreno abandonado”, destaca Denise.

Prevenção

Um dos desafios para o setor de saúde é que em relação ao escorpião a única prevenção é a limpeza dos terrenos. “Veneno não existe para o escorpião. Então, estamos procurando o povo ter mais consciência que precisa estar limpo”, disse Denise.

A secretária de Saúde de Irati, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, destaca que a prevenção é de extrema importância. “Quando se fala em escorpião se deve pensar em controle e prevenção, adotar medidas como evitar o acúmulo de entulhos, quando forem sacar aqueles lixos, usar sempre luvas, verificar os sapatos fechados antes e usá-los, cuidar daquela caixa de brinquedo que as crianças costumam brincar todo dia, é muito importante os pais olharem antes de brincar, deixar a cama e o berço desencostado da parede, manter os quintas e jardins limpos. Isso é de extrema importância”, disse.

A secretária ainda destaca que outras medidas também podem ser tomadas. “Nesta época de chuva ou calor eles procuram um abrigo onde tem um lugar mais fresco, armários de cozinha, parece que não, mas por ser um local escuro e fresco, então os escorpiões sempre procuram”, destaca.

Outro conselho é em relação ao predador dos escorpiões. “As galinhas são predadoras naturais de escorpião, quem tem condições e pode, isso é muito importante”, disse.

A coordenadora destaca que a colaboração da população pode ajudar a diminuir o número de casos de escorpião no município, assim como ajudar na diminuição dos focos da dengue. “Os dois dependem da pessoa cuidar da sua própria casa. Não é uma gripe que você pega através de um vírus. É o cuidado. Tem que ser cuidado”, alerta Denise.

Prevenção

- Limpe o seu quintal

- Evite acumular madeiras e entulhos

- Tampe com uma rede os ralos do banheiro

- Terrenos baldios sem limpeza devem ser denunciados à Ouvidoria Municipal

Escorpiões em Irati

Na região de Irati, o escorpião marrom é mais encontrado do que o escorpião amarelo. A diferença é que o escorpião marrom não é tão perigoso. “O veneno do bahiense [escorpião marrom] é mais fraco, não é tão potente quanto do amarelo, mas causa muita dor no local, atinge o sistema nervoso. É muito dolorido. Orientamos que procure o posto mais próximo ou o Pronto Atendimento, caso for picado”, explica Ronaldo de Camargo.

Texto: Karin Franco

Foto: Karin Franco/Hoje Centro Sul

Classificados