facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1190 - Já nas bancas!
09/12/2019

Alunos da região recebem livros do Japão com seus poemas publicados

Alunos foram classificados na etapa mundial do concurso de haicai. Agora, recebem seus poemas publicados em um livro.

Alunos da região recebem livros do Japão com seus poemas publicados

As escolas de Irati e região, que tiveram seus alunos classificados na 15ª edição do Concurso Mundial de Haicai do Japão, receberam os exemplares dos livros onde os poemas classificados foram publicados.

No Paraná, três alunos de Irati, um de Mallet e um de Prudentópolis participam do livro. No país, um aluno de São Vicente, em São Paulo, também teve um poema publicado no livro.

Na região, uma das autoras é Vitória Amanda Rennó Zarpelon, de 10 anos, da Escola Municipal Irmã Helena Olek de Irati, que ficou com o primeiro lugar. Ela teve orientações da professora Patrícia Cristina Rodrigues Costa e de Valquíria Rennó do Grêmio Haicai Chão dos Pinheirais.

Em Mallet, a aluna Thaís Drewnowski, de 6 anos , da Escola Municipal Nossa Senhora de Monte  Claro, ficou com o segundo lugar. Ela teve orientações das professoras Roseli Jagiello e Roseli Dembecki Palamar.

Em Irati, Camila Aparecida Gaiocha, de 11 anos, do Colégio Estadual Pe. Pedro Baltzar , Itapará, ficou em  terceiro lugar . Ela teve orientações da professora Lourdes Czekalski.

Em Prudentópolis, o aluno Jean Rafael Guilovski Wojik, de 12 anos do Colégio Estadual do Campo Imaculada Conceição, ficou em quinto lugar e teve orientações da Professora Cecilia Tlumaski Prima.

De Irati, a aluna Nicoly Stefanovicz Siqueira,  9 anos  da Escola Municipal Rosalina Cordeiro de Araújo,  ficou  em sexto lugar e teve orientações da professora Cebilla Moletta Slotuk.

Quase 500 trabalhos da região foram enviados para o concurso. Os poemas, na versão inglesa, foram enviados ao Japão  para etapa mundial. Todos os alunos classificados receberam certificados e mimos, enviados do  Japão,  porém  seis, tiveram a classificação no Mundial com  seus poemas  no livro.

O julgamento aconteceu em 2018 e os melhores trabalhos foram publicados no livro Haiku by  world children,- Impressions  of Living Things, onde cada haicai  está citado em sua língua  e origem , em inglês  e japonês.

Texto: Assessoria Grêmio  Haicai Chão dos Pinheirais

Foto: Divulgação

Galeria de Fotos