facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1183 - Já nas bancas!
29/11/2019

Paróquia sedia lançamento de livro sobre dom Pedro Filipak

Bispo, que atuava na Diocese de Jacarezinho, foi ordenado sacerdote em Irati há mais de 70 anos

Paróquia sedia lançamento de livro sobre dom Pedro Filipak

Com a presença da comunidade local e lideranças iratienses, a Paróquia Nossa Senhora da Luz de Irati sediou o evento de lançamento do livro ‘Dom Pedro Filipak: Apóstolo das Vocações’, escrito por Carlos Vargas.

A missa memorial e solenidade aconteceram na Igreja Matriz e Salão Paroquial, na noite de sexta-feira (22). A obra conta a história do sacerdote que teve importante presença em Irati, onde foi ordenado na Paróquia Nossa Senhora da Luz, em 22 de dezembro de 1945. Em 1962 foi sagrado bispo da Diocese de Jacarezinho, onde desempenhou até 1991.

Em Irati, chegou junto de seus pais ainda pequeno, viveu toda sua infância e adolescência na região do bairro Nhapindazal, e recebeu os sacramentos iniciais na Paróquia São Miguel, até ser ordenado sacerdote na comunidade de Nossa Senhora da Luz.

O pároco, padre Jorge Casimirski, manifestou o sentimento de alegria da comunidade em celebrar este evento. “Um importante sacerdote que motivou muitas vocações. Felizes estamos hoje em lembrar, com toda a Paróquia, da vida e missão de dom Pedro”, disse.

Para o vigário, padre Edevaldo Carneiro, o livro é a oportunidade de eternizar o trabalho do bispo. “Vai ficar para sempre na história. Um fato importante também para a comunicação, onde através deste veículo impresso podemos ter o conhecimento da grandiosidade que foi a vida do religioso”, falou.

Dentre as lideranças presentes, também a presidente do Núcleo da Braspol de Irati, Nelci Pabis, que destacou com alegria em participar do lançamento do livro e a importância para a comunidade polonesa.

Representando o prefeito em exercício, Nei Cabral, o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Adriano Batista, manifestou os cumprimentos da administração municipal pelo evento. Também ao autor, pelo destaque da cidade de Irati na obra.

Pesquisa de fé

Inspirado pelo parentesco de sua esposa com o biografado, e fascinado pela belíssima missão desempenhada pelo religioso, o autor fez um importante trabalho de pesquisa, por cerca de dois anos, sobre a vida do sacerdote, onde cita e conta sua vivência na região iratiense e a importância do seu trabalho quando na Diocese de Ponta Grossa.

“Aqui em Irati, onde seus pais vieram a morar e se desenvolveu sua vocação, foi um importante campo de pesquisa para a obra. Conto um pouco da origem da família, o discernimento vocacional, a formação no seminário, o ministério na Diocese de Ponta Grossa e a mudança para Jacarezinho, onde foi ordenado bispo”, relata Carlos Vargas.

Familiares do bispo, representados pela família Filipak, também marcaram presença no evento. As lembranças vieram à tona e os sentimentos de saudades do convívio com o sacerdote. “O exemplo de humildade, e de uma fé inabalável, é o que ele nos deixou como um grande ensinamento”, ressaltou Loriane Filipak Fleischer.

Texto/Foto: Pascom NSL

Galeria de Fotos