facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1185 - Já nas bancas!
27/11/2019

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Ações contra a corrupção

O auditório da Câmara Municipal de Irati tem ficado lotado durante todas as ações do projeto Irati – A gente cresce sem corrupção.  Iniciativa de conscientização que tem sido um sucesso junto às escolas e a comunidade.  Na manhã de sexta-feira (22) houve uma solenidade de plantio da semente contra a corrupção, da qual participaram membros dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Nei Cabral (PDT), prefeito em exercício, representou o Executivo. O vereador José Bodnar (PV) representou o legislativo e o juiz diretor do Fórum da Comarca de Irati, Henrique Kurscheidt  representou o judiciário. Na segunda-feira (25), o enfermeiro e professo Agostinho Basso deu início ao ciclo de palestras, que prossegue nos demais dias da semana, na Câmara Municipal. Os temas são: Corrupção nos Pequenos Atos; Corrupção na Família e Corrupção no Poder Público e na Sociedade.

Grosseria absurda

Nunca, ou pelo menos não nos últimos trinta anos em que acompanhamos o cenário político local e regional, presenciamos um gesto de tamanha grosseria como o realizado pelo presidente do partido político Democratas, DEM, José Valdecir de Souza, durante a inauguração do Centro Cultural de Guamirim.  Chamado a discursar, como representante do deputado federal Evandro Roman (PSD), entre outras coisas ele disse: “Não sei se foi incompetência da secretaria, mas o nome dele, do Roman, não consta na placa”. Fez um silêncio constrangedor e o público ficou em dúvida se aplaudia ou não o pronunciamento. Conhecendo Roman, que é uma pessoa extremamente educada, tal atitude absurda e ignorante não o representa. Ainda mais num dia de festa, de comemoração da entrega da obra.

“Climão”

Como a secretaria chamada de “incompetente” pelo presidente do DEM não foi nominada, todos os integrantes do Executivo Municipal que se dedicaram para concluir a obra e entregá-la à comunidade provavelmente se sentiram ofendidos. O “climão” que ficou no ar.

Derbli explica

Na sequencia, o prefeito Jorge Derbli (PSDB) tomou as rédeas da situação. Ele explicou a José Valdecir de Souza que placas de obras públicas, pagas com dinheiro público, têm que seguir as normas legais, nas quais não existe orientação para incluir nomes de deputados.

O que diz a lei

Nas orientações quanto a placas de inauguração de obras, que constam no site do Governo Federal, é citada a Constituição Federal, em seu artigo nº 37, § 1º, que diz: “A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos".

Reassumiu

Nesta terça-feira (26), o prefeito de Irati  Jorge Derbli (PSDB) reassumiu o cargo. O presidente da Câmara Municipal, Nei Cabral (PDT), agradeceu a oportunidade que teve de estar à frente do Executivo. Principalmente por ter recebido o apoio de Derbli para entregar obras e serviços nas estradas rurais em sua comunidade, o Guamirim.