facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1185 - Já nas bancas!
25/09/2019

Editorial - Vacinação é a melhor prevenção

Editorial - Vacinação é a melhor prevenção

Vinte anos depois, o Paraná vive novamente um surto de sarampo. Em 1998, foram mais de 800 casos da doença no estado e um óbito. Com campanhas de vacinação ao longo dos anos, a doença foi extinta do estado.

Tão extinta que hoje há uma geração que não sabe o que é sarampo. Nunca viveu. Nunca viu os sintomas. Nunca soube das perdas humanas. Mas que começa aos poucos ver a doença.

Segundo o último boletim de saúde da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na última semana, são apenas 13 casos confirmados até o momento no estado. Mas há outros 147 casos sendo investigados.

E o número pode aumentar porque semanalmente pessoas têm procurado serviços de saúde apresentando alguns sintomas que podem ser compatíveis com os casos de sarampo. Os exames são feitos e enviados para uma central que confirmará se há ou não um caso de sarampo. No Paraná, 20 casos foram descartados de ser a doença.

Mas dos casos confirmados, a maioria está na faixa etária de 20 a 29 anos, exatamente a geração que não viu a doença. Até os 29 anos, são necessárias duas doses para ser considerado imune.

No entanto, muitos podem ter a primeira dose, já outros perderam a carteirinha, outros se mudaram e não sabem. Enfim, muitas são as razoes para que os jovens ainda não tenham imunidade.

Por isso, o Ministério da Saúde realizará a partir de outubro campanhas de vacinação. Em outubro, olhará para os pequenos que são mais propensos de ter complicações. Depois, em novembro, será a vez dos jovens adultos, principal faixa etária que está sendo atingida pela doença.

Contudo, não é preciso esperar a doença chegar. O primeiro caso suspeito já foi notificado em Irati. As vacinas estão disponíveis gratuitamente nos postos de saúde, e até as doses foram mudadas para não haver necessidade de agendar vacinação. A prevenção continua sendo a melhor ferramenta de combate à doença. Por isso, vacine-se e certifique-se que sua família também estará protegida.