facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1171 - Já nas bancas!
20/09/2019

Mais de 2 mil pessoas foram afetadas por temporal na região

Defesa Civil ainda contabiliza danos causados pelo temporal de quarta-feira (18). Número de atingidos foi atualizado na manhã de sexta-feira (20)

Mais de 2 mil pessoas foram afetadas por temporal na região

O temporal de quarta-feira (18) afetou 2.771 pessoas e danificou quase 400 casas nos municípios de Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro e Irati. O número foi atualizado na manhã desta sexta-feira (20) pela Defesa Civil.

Mais de 200 pessoas foram desalojadas na região, isto é, estão fora de suas casas, mas abrigados em casas de amigos e parentes.

O município com mais desalojados é Fernandes Pinheiro, que ainda registra 100 pessoas desalojadas. O município teve 230 casas danificadas e 351 pessoas foram afetadas.

O temporal também danificou o posto de saúde, prefeitura, ginásio, dois barracões industriais e duas escolas. A Defesa Civil registrou uma pessoa ferida. Por causa das chuvas, foi cancelado o evento "Dia da Família na Escola" na Escola Municipal Floresval Ferreira, previsto para acontecer neste sábado (21).

Em Teixeira Soares, 400 pessoas foram atingidas e 100 residências foram danificadas, sendo que também houve destelhamento em dois postos de saúde. O município também registrou 100 pessoas desalojadas, mas elas já voltaram para suas casas.

Em Irati, o número de afetados foi de 2.020 pessoas, sendo que apenas 68 casas foram danificadas. Vinte pessoas foram desalojadas, mas apenas três ainda não voltaram às suas casas.

No estado, 24 municípios foram atingidos pelo temporal, afetando mais de 20 mil pessoas e danificando mais de 5 mil residências. Apenas uma pessoa ficou ferida no estado e não houve mortes.

Irati: Bueiros foram limpos

Neste dia 19, a Secretaria de Serviços Urbanos de Irati efetuou a limpeza e desobstrução de mais de 200 grelhas de bueiros na região central da cidade.

Como a chuva que persistiu praticamente durante todo o dia, equipes da Secretaria identificaram pontos de acúmulo de água e constaram a obstrução por lixo.

Foi possível verificar que em sua maior parte, o material que ocasionava os represamentos poderia ter sido destinado ao lixo convencional: garrafas plásticas, embalagens de cigarro, frascos de iogurte, entre outros.

O montante de lixo recolhido em apenas um dia pela Secretaria preencheu a caçamba de uma pick-up Strada.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Divulgação WhatsApp