facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1171 - Já nas bancas!
12/08/2019

Unicentro de Irati amplia atendimentos à comunidade

Unicentro de Irati amplia atendimentos à comunidade

A Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro) divulgou recentemente os resultados obtidos em 2018, em um Anuário Estatístico – documento feito anualmente pelas universidades estaduais para avaliar melhorias e avanços. Na Unicentro, um dos destaques foi a ampliação dos serviços prestados gratuitamente à comunidade nas clínicas-escola, como na Clínica de Psicologia, em Irati.

Em 2017, a Clínica de Fisioterapia prestou 12.500 atendimentos. Já em 2018, foram 14.602. Na Clínica de Psicologia do campus de Irati foram realizados 1.165 atendimentos no ano passado; 374 a mais que no ano anterior. “Nós vemos um aumento significativo nos nossos atendimentos. Ou seja, a universidade a cada ano que passa, está mais próxima da comunidade através dos seus atendimentos. Então, esse é um dos dados que nos mais chamou a atenção”, analisa o pró-reitor de Planejamento da universidade, professor Gilberto de Souza.

Quanto às inscrições para o vestibular, em 2017 foram 4.646 inscrições. Em 2018, com o início das atividades do curso de Medicina, esse número quase triplicou, chegando a 11.474 inscritos. No quesito inovação, a Agência de Inovação Tecnológica da Unicentro (Novatec) registrou avanço nos atendimentos pela Central de Análises. Foram 13.000. Um aumento de quase 45% na comparação com 2017. Na iniciação científica, a Unicentro teve 779 pesquisas desenvolvidas.

O Anuário traz ainda informações sobre os cursos de pós-graduação, recursos humanos, editora universitária, acervo das bibliotecas, assistência estudantil, infraestrutura física, pesquisa, ensino, extensão, relações internacionais, orçamento, convênios e captação de recursos. “Esse anuário serve como subsídio para o quantitativo de trabalho que é desenvolvido na universidade”, finaliza o pró-reitor.

Para consultar o Anuário Estatístico, acesse: https://www3.unicentro.br/anuario/

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul