facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1156 - Já nas bancas!
05/08/2019

Convênio viabiliza compra de remédios para rede básica de saúde dos municípios

Convênio viabiliza compra de remédios para rede básica de saúde dos municípios

Um convênio entre os governos estadual e federal, assinado na quarta-feira (31), para a compra de medicamentos garantirá o repasse de R$ 102 milhões para o Consórcio Paraná Saúde. Os recursos beneficiarão todos os municípios do Paraná, exceto Curitiba.

O governador Ratinho Junior enfatizou que os recursos permitem ao Consórcio Paraná Saúde comprar medicamentos com economia de 40% em comparação com uma negociação individual de um município. “Esse projeto tem vinte anos, vem evoluindo constantemente e consegue viabilizar a compra dos remédios para toda a rede básica, os postos de saúde, e o volume dessa compra consegue baratear a negociação com os laboratórios”, afirmou.

Para o secretário de Saúde, Beto Preto, disponibilizar medicamentos através do Sistema Único de Saúde (SUS) é fundamental porque atinge a população mais humilde em um momento de extrema necessidade. “É uma estratégia vitoriosa que já completou vinte anos. Apenas Curitiba não faz parte porque compra em larga escala e tem outra estratégia. Mas os demais municípios compram bem e compram melhor com o apoio dos consórcios”, afirmou.

O presidente do Consórcio Paraná Saúde e prefeito de Balsa Nova, Luiz Cláudio Costa, comentou que o anúncio desta quarta-feira representa a garantia de normalidade dos repasses para manter a estrutura, que funciona com apoio de recursos federais, estaduais e municipais. O Consórcio Paraná Saúde investe cerca de R$ 150 milhões por ano em medicamentos. “Os consórcios conseguem dar mais maleabilidade aos recursos, isso faz com que eles tenham capilaridade para alcançar rapidamente os 398 municípios do Paraná”, afirmou.

Darlan Scalco, prefeito de Pérola e presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), destacou que os consórcios são o futuro da administração pública. “Nós compramos em grande escala, em um trabalho coletivo, e estamos felizes pelo fato de o governador Ratinho Junior acreditar no trabalho dos consórcios para atender melhor a nossa população”, completou.

Recursos estaduais

Ainda durante a solenidade, que teve a presença de 70 prefeitos de todas as regiões do Paraná, o governador Ratinho Junior também autorizou o repasse de outros R$ 52 milhões do Governo do Estado para o Consórcio Paraná Saúde. Com isso, os recursos totalizam R$ 154 milhões para garantir remédios para os próximos dois anos. A cartela básica de compra engloba pelo menos 160 medicamentos.

Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Agência Estadual