facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1156 - Já nas bancas!
05/08/2019

Festa de São Cristovão de Irati: A Festa dos Motoristas mais antiga do Brasil

Neste ano, a Festa de São Cristóvão de Irati chega à 71ª edição. Um dos integrantes da equipe de organização da procissão relata como surgiu a festividade e como se deu o reconhecimento de que o evento é o mais antigo do país, sendo realizado desde 1948

Festa de São Cristovão de Irati: A Festa dos Motoristas mais antiga do Brasil

A primeira festa foi idealizada e realizada no ano de 1948,na paroquia Nossa Senhora da Luz, de Irati, pelo frei franciscano capuchinho Nereu do Valle, e foi comemorada reunindo os motoristas e caminhoneiros com suas famílias no mês de julho, último domingo deste mês, em que se celebrava o santo protetor dos motoristas.

Frei Nereu quando foi transferido para outras cidades, levou consigo esta história, de Irati para Ponta Grossa na paróquia São Cristóvão, para Curitiba, cidades de Santa Catarina, e assim foi se tornando um evento grandioso e sendo celebrado pelos motoristas em todos os estados do Brasil.

Hoje, com o passar dos anos, se tornou uma historia de fé, de tradição e de cultura. É uma festa das famílias e de todos nós.   A nossa gratidão ao frei Nereu, falecido com 90 anos de idade em Curitiba e a todas as lideranças, famílias e motoristas que se reuniram e realizaram a primeira festa em 1948. Gratidão a todos que se dedicaram para que este grande evento continuasse até os dias de hoje, chegamos a edição 71. São 71 anos de história contada de geração a geração, quanta evangelização e testemunho de vida foram vividos nestes anos.

A nossa gratidão a Pastoral Rodoviária Nacional, que nasceu em Ponta Grossa através do padre vicentino polonês Marion Litewka, que em 1976 idealizou esta pastoral com permissão do bispo Dom Geraldo Pellanda e que hoje percorre com seus caminhões capelas celebrando missas aos motoristas nos postos e paradas no país.

São mais de 40 anos de estrada e de evangelização, percorrendo todos os cantos deste nosso Brasil. E foi em julho de 1998 que nossa comissão da festa convidou o padre Marion para participar da missa e da homenagem aos motoristas e ao frei Nereu do Valle. Foi a Festa de São Cristóvão celebrando os 50 anos e no momento especial inauguramos o marco e  monumento de São Cristóvão, homenageando os motoristas e o idealizador frei Nereu do Valle. Deste evento participou também o presidente da Associação Nacional dos Motoristas e muitas autoridades.  Na oportunidade coordenava a equipe da procissão, junto com o nosso coordenador geral da festa, Vanderlei Zarpellon e Frei Nereu lançou este desafio para nós: Pesquisar no Brasil qual era a festa mais antiga de São Cristóvão.

Fomos à luta, pedimos apoio a Pastoral Rodoviaria Nacional para que  pesquisassem junto as paroquias e igrejas do Brasil, em outros estados, aonde realizavam a Festa de São Cristóvão.  Este desafio levou cinco  anos de pesquisa e foi na festa dos  55 anos, em julho de 2003, que confirmamos este recorde e sem contestação.

O projeto foi enviado a empresa RankBrasil, com fotos e folders da época, para diretores e pesquisadores do  livro Guinnes dos recordes brasileiros (fundado desde 1977).  E recebemos em mãos o livro onde hoje consta este recorde, em que nossa Festa de São Cristóvão é a festa mais antiga do Brasil. A nossa gratidão a todos por esta grande conquista, vamos juntos com as novas gerações continuar esta história de fé e de evangelização. Louvores ao nosso bom Deus.  Viva São Cristóvão. Viva Nossa Senhora da Luz e Viva Irati 112 anos. Paz e bem!

Texto: Vanderlei Kawa

Fotos: Livro dos Recordes

Galeria de Fotos